Menu

Olá,

Toda mulher deve ter por obrigação peças práticas para qualquer ocasião como os vestidos, macaquinhos e jardineiras

Com estas peças você pode brincar com as texturas e cores para criar inspirações para qualquer hora e tudo bem rapidinho. E se você tem dúvidas de qual tipo de vestido cai melhor em seu formato de corpo, vamos deixar aqui algumas dicas especiais para deixar suas produções ainda mais estilosas. Confira! 

  

Como escolher o modelo de vestido ideal para meu corpo 

  

vestido-jeans-tubinho-ziper
Consciência Jeans

A verdade é uma só, toda mulher pode usar a peça que quiser e que se sinta bem, mas existe alguns truques capazes de valorizar ainda mais a silhueta da mulher. 

Existe por aí uma variedade enorme de modelos de vestidos, e o vestido é a peça mais confortável, delicada e feminina, então aproveite e guarde essas dicas para abusar ainda mais dos vestidos, veja só qual o seu formato de corpo! 

  

1 – Ampulheta 

O corpo ampulheta é aquele que tem quase as mesmas medidas no quadril e nos ombros e a cintura é mais fina. 

Você pode apostar em vestido evasê que tenha a cintura mais marcada, soltinho embaixo e mais agarradinho na parte superior. 

  

2 – Magrinhas 

Se você é bem magrinha pode abusar dos vestidos tubinhos jeans. Prefira aqueles com detalhes em drapeado para dar um volume extra, pode também apostar em estampas e detalhes em rendas. 

  

3 – Gordinhas 

Para as gordinhas o ideal é apostar em um belo decote V para alongar a silhueta, marcar a cintura e escolher um vestido com comprimento maior. Você também pode apostar naqueles modelos mais ajustados na parte superior e mais folgadinhos na parte inferior como os vestidos evasê. 

  

4 – Triângulo Invertido 

O corpo triângulo invertido é aquele que a mulher tem o ombro mais largo do que o quadril, normalmente tem muito seio. Aí o truque está em diminuir o volume na parte superior e abusar de pregas, drapeados e rodados na parte inferior. Fuja dos vestidos colados ou com detalhes no ombro. 

5 – Retângulo 

O corpo retângulo é aquele que possui as mesmas medidas entre o ombro, a cintura e o quadril. Então o truque é criar uma cintura ou aumentar as proporções inferiores. Prefira vestidos com cintura marcada ou marque você mesma com um belo chemise com cintinho fino. 

  

6 – Pouco Seio 

Se você tem pouco seio, o ideal é fugir de vestidos mais colados na parte superior e criar um volume extra. Escolha vestidos que tenham detalhes de babados ou bordados na parte superior, decotes também são bem-vindos para equilibrar. 

Você encontra vestido na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá,

Hoje em dia temos uma incrível variedade de modelos do nosso querido denim. Mas nem sempre foi assim, antigamente o jeans era considerado uma peça super básica e tinha apenas 1 modelo de calça jeans. 

Com o passar dos tempos foram criando novos modelos de calças jeans até que surgiu a jardineira jeans e outras peças para incrementar ainda mais o visual. Hoje vamos te contar um pouquinho mais da história da jardineira, peça hit dos anos 90 e que voltou tudo com os looks das fashion girls. Confira!

  

Como surgiu a jardineira jeans e como ela influenciou a moda

mulheres-decada-20-40-jardineira-jeans-historia
Legenda: Mulheres na década de 20 2 40 usando jardineira jeans Fonte: Reprodução

Tudo começou lá na época das grandes indústrias de 1750, este modelo foi criado especialmente para os operários da época. Ele continha bolsos frontais e laterais que possibilitavam os funcionários guardar todo tipo de ferramenta durante o trabalho. 

A peça era confeccionada em linho e algodão muito confortável e resistente para aguentar um dia inteiro de trabalho duro. Durante a após a primeira guerra mundial, o modelo passou a ser utilizado também pelas mulheres operárias. 

Já em 1930 o modelo começou a ser utilizado pelas crianças da época como uniforme escolar. Eram mais simples e de cores neutras confeccionados em algodão, também existia a opção em jeans para as crianças. 

E no ano de 1960 a jardineira jeans virou artigo de moda após os grandes nomes da época saírem por aí com a peça. Ninguém menos do que Marilyn Monroe e Elvis Presley lançaram essa moda despojada e prática para o dia a dia. 

Não demorou muito para que as grandes grifes da época apostassem no modelo e marcas como Chanel e Levi’s criaram modelos ainda simples, porém, muito com toque fashion. 

Foi em 1970 que as jardineiras apareceram mais curtas como shortinho e saia, nesta época o jeans já era tendência total e muitas peças foram criadas como o vestido jeans, calça flare e jeans destroyed

Em 1990 a jardineira jeans foi tendência de moda jovem e conquistou muitas adeptas a peça confortável e que expressava toda a essência adolescente.  

A partir do ano 2000, as jardineiras começaram a aparecer em tons, estampas e texturas diferentes. Não existia somente a opção jeans e ela começou a ser usada em várias ocasiões. 

No ano de 2014 ela apareceu com tudo nas passarelas e foi uma forte tendência, que combinava com outras peças de cores diferentes. 

E atualmente a peça é muito usada pelas mais famosas celebridades. Existem vários modelos e estilos de jardineiras jeans e também em outros tipos de tecidos. Uma peça democrática que não pode faltar em um guarda roupa como peça curinga. 

Você encontra  jardineira jeans na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.