O evento sustentável tão esperado, que terminou sexta passada, não satisfez muita gente. Foi considerado sem ambição até pelo Secretário Geral da ONU, Ban Ki-moon.

Mas por que temos que esperar respostas dos nossos governantes se cada um de nós pode fazer o seu papel sem a aprovação de ninguém? O nosso futuro e, principalmente, o futuro do mundo vai depender muito do que nós, pessoas comuns, faremos daqui para frente!

Rio+20 não foi um fracasso total, o desenvolvimento sustentável ficou na cabeça e no coração de muita gente! Mesmo que poucas foram lançadas iniciativas e compromissos promissores, tais como:

– O prefeito do Rio de Janeiro propôs a isenção de impostos municipais para construções que adotem medidas para reduzir consumo de água e energia.

– O governador do Pará se comprometeu a zerar o desmatamento até 2020.

– Os prefeitos das 59 maiores cidades do mundo se comprometeram a reduzir suas emissões de gases do efeito estufa em cerca de 1,3 bilhão de toneladas até 2030.

– O Conselho Empresarial da América Latina propôs isentar de impostos as empresas que produzem energia renovável.

– O Conselho do Fórum de Bens de Consumo, que reúne as grandes multinacionais deste setor, anunciou o compromisso de eliminar o desmatamento de sua cadeia de suprimento até 2020. Ou seja, empresas como Unilever, Walmart e Tesco boicotarão soja, óleo de dendê, carne, celulose e seus derivados de áreas que contribuam para o desmatamento.

Esses e outros compromissos são suficientes? Não se nós não fizermos a nossa parte! O que adianta essas promessas virarem realidade, se as pessoas não se conscientizarem sobre reciclagem, economia de água e energia, consumo sustentável, não desperdício de comida, educação para as novas gerações e muitas outras mudanças simples no dia a dia?

A Consciência Jeans é adepta a vários recursos alternativos, trabalhando com respeito e dedicação à preservação da natureza! E você, o que vai fazer?

Comentário

Comentários