Amanhã, 11 de agosto, é o Dia da Televisão! E em homenagem a essa “amiga” de todos os dias, a Consciência Jeans fala hoje sobre os figurinos de TV.

Os figurinos da televisão nacional e internacional são um sucesso absoluto nas ruas! Cada um no seu estilo, mas sempre ditando modas e criando novas tendências em todas as tribos. Somos inspirados pelos looks e marcas usadas por muitos personagens femininos e masculinos. O mercado da moda televisiva invadiu os nossos armários!

O figurinista tem uma responsabilidade muito grande ao fazer o figurino de um personagem. A roupa transmite muito do seu personagem e deve estar sempre em equilíbrio com a personalidade, classe social, profissão, estilo de vida, entre outras características. O figurino muda muito entre mocinhos e vilões, pobres e ricos, bregas e chiques…

Muitos personagens se tornaram marcos pelos seus figurinos. Internacionalmente podemos citar mais recentemente a Sarah Jessica Parker como Carrie em “Sex and the City”, e Blair e Serena em “Gossip Girl”. No Brasil temos muitos exemplos, como a Babalu de “Quatro por Quatro”, Jade do “O Clone”, Raqueli em “Beleza Pura”, Natalie Lamour em “Insensato Coração”, Teodora em “Fina Estampa”, e até a Chayenne de “Cheias de Charme”. No Brasil, a Globo domina em produções de novelas. Só para vocês terem ideia, eles confeccionam em média 1.340 peças de roupa por mês. O acervo já tem mais de 200 mil itens!

Curiosidade: alguns tipos de roupas são evitados na TV. Por exemplo, não é recomendável usar vermelho ou cores muito vivas, por causa da vibração forte. As listras podem se embaralhar na tela. O branco ofusca, então é melhor optar pelo off-white. O preto precisa de brilho ou textura pra não ficar chapado. O verde e o azul não devem ser usados em programas onde o fundo é recortado.

Comentário

Comentários