Menu

Olá pessoal!

Com o verão chegando, muito calor, só queremos saber mesmo de usar pouca roupa. É vestido pra lá, saia pra cá e principalmente muito short. E nada melhor que um short jeans, que combina com tudo, para usar e abusar nas altas temperaturas.

Provavelmente, todo guarda-roupa tem pelo menos um shorts jeans. Assim como as calças, eles também podem ser usados no dia-a-dia e em produções que vão desde a praia até para sair à noite. Sabendo coordenar a peça, esse é item garantido para todos os estilos.

Com a popularização do jeans, o shorts nesse tecido se tornou uma peça bem versátil. “Pode ser usado tanto no verão quanto no inverno. Em dias quentes, vai desde a praia com biquíni, até um jantar com uma camiseta e blazer”, sugere Renata Corsetti, consultora de Imagem e Estilo.

O alerta fica para ocasiões mais formais que pedem tecidos mais finos e elaborados. Nesse momento, é melhor deixar de lado o shorts jeans e procurar outras peças que caem melhor nestes tipos de ocasiões.

A consultora de estilo da Chiqueria, Josane Muriel dá a dica de onde pode e onde não pode usar shorts jeans. “Evitar usar nos ambientes mais formais, como nos escritórios de advocacia e em cargos administrativos em geral. Nos locais de trabalho mais despojados, como agências de propaganda, por exemplo, ele pode ser usado, tomando-se os devidos cuidados com comprimentos e efeitos destroyed”, complementa.

Tipos de corpo e estilo

Para as magrinhas, o shorts jeans é recomendação certa, independente do modelo. Para quem tem o quadril largo, a dica é optar por modelos sem pregas, com pouco volume, sem lavagens e em cores mais escuras. “Essas dicas ajudam a diminuir e disfarçar a região do quadril. Já quem tem o quadril fininho pode abusar dos volumes, lavagens e outros efeitos no tecido, sem medo”, orienta Josane.

Já para as mulheres plus size, a dica fica para prestar atenção em alguns detalhes. “Para as que têm o corpo mais cheinho, não pode ser muito curto ou colado para não chamar tanta atenção para o bumbum ou para as gordurinhas. O ideal são os shorts médios e mais folgados, estilo boyfriend”, ressalta Renata.

Aliás, os modelos estilo boyfriend, mais larguinho e compridinho, e o destroyed, cheio de desfiados e rasgos, estão sempre em alta. Já o hot pants, que são aqueles com a lateral mais curta e cintura alta, chegaram há pouco tempo nas lojas, mas já ganharam a preferência das mulheres.

Opções de looks para usar shorts jeans

– Para ocasiões mais casuais, um look mais democrático: shorts jeans com regata.

– Em momentos que pedem roupas mais elaboradas, vale a pena combinar o shorts jeans com peças de tecidos mais finos e com brilhos, desde que sejam de mangas e de gola mais fechadas, orientação da consultora de estilo, Josane Muriel.

– Para o inverno, suéter (ou tricô, ou casaco), meia calça e bota podem compor o look ideal.

– Para uma produção mais arrumada, use com brincos, colares e cintos com mais glamour.

– Quando se quer ser mais ousada, Renata recomenda contrabalancear o shorts jeans, que expõe o corpo, com algo mais fechado, regra básica da moda. Evite mostrar o colo e os braços para não ficar muita pele à mostra.

Pronto. Escolha seu short e arrase neste verão!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá rapazes!

O jeans é um dos maiores coringas no guarda-roupas de quase todo mundo. A calça jeans em todos os seus estilos e modelos completa produções casuais e serve até para ocasiões mais sofisticadas, dependendo do modelo.

Muitos homens têm dificuldades na hora de escolher uma boa calça. Não basta só observar a cor e o tamanho. Para que a peça vista bem mesmo, tem que saber ver o corte e a modelagem de cada uma. Isso vai ajudar a valorizar o corpo, a imagem e se sentir mais confortável com a calça certa.

Para ajudar, colocamos algumas dicas e explicações sobre os cortes mais tradicionais de calças jeans, para que na hora de comprar você lembre desses detalhes e escolha o modelo certo para o seu estilo, para as ocasiões que vai usar e para o seu tipo de corpo.

Calças Retas

Com o corte reto, a calça tem um caimento mais amplo e despojado. Indicada para ocasiões casuais e que permitam um visual descontraído mas apenas para quem possui pernas grossas. Em pessoas magras, por mais que o tamanho seja pequeno, a calça vai ficar desproporcional com a parte de cima do corpo, isso pode achatar sua silhueta.

Já para os homens com pernas mais grossas essa é uma boa opção, ainda mais se você não gosta de nada ajustado. Esse modelo de calça não segue as formas do corpo então não deixa nada em evidência.

Calças Slim Fit

Não confunda slim fit com skinnys. Estas possuem um corte mais afunilado e que acompanha melhor as linhas do corpo, valorizando a forma e alongando a postura. Ela pode ser usada em qualquer ocasião e você pode encontrar em diversas cores, lavagens e estilos de calça.

Podem ser usadas em muitas ocasiões. Uma dica é usar uma slim fit preta com camisa em uma ocasião social. Valoriza muito mais a sua postura social e deixa o sapato em evidência.

Recomendada para qualquer tipo de corpo, já que o tamanho dela acompanha o quanto ela é ajustada nas pernas. Diferente dos modelos skinny ela não é muito ajustada então não se preocupe.

Calças Skinny

As skinny são indicadas para homens mais arrojados e que gostam de um visual mais puxado para a moda. Elas são bastante ajustadas nas pernas, principalmente na canela. Ótimas para usar com bota e com mocassim.

Não recomendada para pessoas muito magras (por deixar parecendo que é ainda mais magro) e para pessoas acima do peso. O ideal é que não fique muito apertada também, observe isso na hora da compra.

Esperamos que essas dicas tenham ajudado. Observe qual é a melhor calça para você e pode ir às compras!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá leitores,

Já falamos bastante aqui que a calça jeans é a grande peça coringa do guarda roupa feminino: graças à sua infinidade de modelos e lavagens, ela veste bem todas as mulheres e vai do trabalho à balada. Mas, diante de tantas opções, como saber qual delas é a mais adequada para o seu tipo de corpo?

Mulheres mais magras, mais cheinhas, altas, baixa, quadril largo… Cada uma pede um modelo diferente. A consultora de moda Bia Kavasaki deu algumas dicas para não errar na hora de comprar o jeans e ressalta: calça de corte reto fica bem em todas as mulheres.

Bia classificou os tipos de corpo e deu algumas sugestões para cada um. Veja só:

Corpo Oval

Esta geralmente é a silhueta de quem está acima do peso ideal. As linhas do corpo são curvas e a cintura está na mesma linha que os ombros e quadris ou até maior. “Muitas mulheres com este tipo de corpo têm perna fina, então podem usar calça skinny”, explica Bia.
É melhor evitar: calça pantalona, pois dá ainda mais volume ao corpo.

Retangular

A mulher retangular geralmente é alta e seus ombros, quadris e cintura são alinhados na silhueta. De acordo com Bia, este biotipo não tem bumbum, cintura ou seios: as formas são magras e com poucas curvas e, por isso, fica bem em todos os tipos de jeans. “Quem tem pouco bumbum fica linda de bata e calça skinny, ainda mais se for curtinha. A pantalona também valoriza o visual”.

Ampulheta

Este é o formato “ideal” de corpo: ombros e quadris estão na mesma linha, as curvas são sutis e a cintura é fina. “As mulheres ampulheta podem usar o que quiserem, pois tem o corpo bem desenhado. Alias, são as únicas que podem apostar nas peças de cintura alta”.

Pêra

O famoso corpo violão: os ombros são um pouco menores do que os quadris, a cintura é bem definida e os seios, médios.
É melhor evitar: calças skinny e capri. “A mulher com este corpo costuma ter pernas grossas, que não ficam bonitas em calças muito ajustadas, como a skinny. Calça pantalona, de montaria e camisetas muito largas também desvalorizam este tipo de corpo. Na minha opinião, a mulher pera só deveria usar saia: é mais feminina e define as curvas”, afirma Bia.

Triângulo invertido

A parte superior do corpo concentra o maior volume, com os ombros e mais largos do que os quadris. A cintura costuma ser mais reta e as pernas, finas. “Também pode abusar de todas as modelagens sem medo de errar. As pernas finas dão esta liberdade”, afirma Bia.

Estilos de calça jeans

Quanto aos diferentes estilos e lavagens de jeans, Bia afirma que a moda está muito democrática e qualquer modelo pode ganhar as ruas, desde que seja usado com bom senso. “A calça flare é a antiga boca de sino, o que muda é o tamanho da circunferência da barra. A pantalona continua em alta, bem como as lavagens mais claras e em tons de cinza, mas no inverno as calças escurecem”.

Já as calças rasgadas, quanto mais geométricas e assimétricas, melhor. “Se tiverem vários rasgos, eles tem que ser iguais, ou pelo menos ter a mesma padronagem de tamanho em pontos diferentes da calça”, afirma.

É só identificar qual tipo é o seu corpo e usar a calça certa para ficar sempre elegante, não importa o estilo.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até mais!

Olá!

Você está querendo renovar algumas peças do seu guarda-roupa mas está sem grana? Então que tal pegar aquele seu short jeans velhinho e customizar? Ele vai ficar com cara de novo!

A dica para o verão é usar cores mais claras e alegres, então se o seu short tem um tom mais escuro, tente clarear, desbotando mesmo.

A blogueira e designer Adrielly (do blog Pequenina Vanilla) declarou que o melhor jeito é criar um efeito ombré (como um degradê). Ela só precisou de água sanitária e uma bacia ou balde.

Como clarear

Despeje uma boa quantidade de água sanitária pura na área que quer clarear, de forma que o excesso de líquido caia dentro da bacia. Adicione um pouco de água limpa na bacia e deixe o jeans mergulhado (com a parte do cós para fora da bacia) por umas 24h (mas é bom você ficar de olho na bacia para não correr o risco de passar do ponto). Depois, é só enxaguar e colocar pra secar.

Como fazer rasgos no short

Com o jeans seco, Adrielly cortou a barra na altura desejada e desfiou as beiradas com a ajuda de uma pinça. Não tem segredo, basta ir puxando que as “franjinhas” começam a aparecer. A sugestão é manter uma das costuras da barra para “segurar” o desfiado e o shorts não se desintegrar com o tempo.

Para fazer aqueles rasgos com um monte de linhas brancas horizontais é só fazer dois cortes horizontais paralelos. Feito isso, você precisa puxar as linhas azuis que estão na vertical também com a ajuda da pinça. Você vai ver que as linhas se soltam facilmente, não precisa de força, apenas paciência para retirar todas. Para dar um acabamento mais interessante, desfie também as beiradas dos cortes para que não fique aquele rasgo reto e sem graça.

Outra dica é fazer esses rasgos horizontais com um estilete e deixar bem desfiado. Aí você põe pra lavar na máquina, que ela já desgasta o tecido sozinha.

Mais sugestões para aplicar nos shorts jeans

– Tachinhas (os spikes)
– Tecidos com outras estampas
– Rendas
– Pérolas
– Pintar de outras cores

Aproveite que o verão está aí e dê uma repaginada naquele shortinho abandonado!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Você usa jeans todo dia, mas já parou para pensar como eles são feitos?

O jeans é produzido em todo o mundo, mas a maioria dos consumidores de brim é da Ásia ou América do sul. Já as Filipinas, China e Honduras são produtoras de jeans. Algumas marcas de grife podem ser produzidas domesticamente na Europa, mas estas normalmente estabelecem altos preços para cobrir custos de trabalho elevados. O jeans é feito tanto à mão como na máquina, com grandes fábricas sendo capazes de produzir 2500 peças por dia, de acordo com a Jeans Info.

Pré-produção e corte

Para começar, o jeans é desenhado para um certo tipo de brim, com um modelo criado especialmente para esta variedade têxtil. Um brim esticado precisará de um tipo de produção diferente da do brim não-esticado, por isso modelos precisam ser específicos para a fábrica conseguir a forma desejada.

Depois que os modelos são produzidos para fazer uma gama inteira de tamanhos, eles vão para a parte do corte. Uma vez que o modelo é colocado no brim, as diversas camadas de tecido são cortadas para formarem as partes das pernas, dos bolsos, do cós e da cintura. As partes são empacotadas juntas por componente, com mais de 100 camadas de cortes já prontas.

A costura e o acabamento

O jeans vai para as máquinas de costura, onde é costurado por trabalhadores em máquinas industriais incrivelmente rápidas. Uma máquina destas pode costurar milhares de pontos por segundo, por isso estes trabalhadores devem ser habilidosos para evitar ferimentos quando estão com pressa.

De acordo com a Jeans Info, um trabalhador mediano consegue terminar um jeans em 15 minutos. Em seguida, as roupas costuradas são lavadas em máquinas industriais e processadas para receberem a cor. Este processo pode ser de branqueamento, tingimento ou lavagem de pedra, assim como outros tipos de embelezamento. Quando esta fase está completa, trabalhadores costuram as etiquetas e terminam o processo embalando o vestuário pronto num saco plástico.

Em seguida, eles são distribuídos para mercados do mundo todo e aí sim chegam as lojas para o consumidor final.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá leitores,

Se tem um assunto que nunca sai de moda é a sustentabilidade. Afinal, é algo que devemos ter em mente em todas as esferas de nossa vida e de nosso dia a dia para preservar o nosso planeta. E o mundo da moda não ia ficar de fora dessa.

A moda cada vez mais volta o seu olhar para as questões socioambientais. Palavras como sustentabilidade, responsabilidade social e reciclagem passaram a ser agregadas, a partir dos anos 1990, ao dicionário da indústria da moda, que conta com um dilema. Ou se adequa às novas regras – algumas ditadas pela própria natureza, materializadas pela escassez de água e de outros recursos naturais – ou poderá ver sua marca perder dividendos, uma vez que a moda verde funciona como um novo filão de mercado.

É que cresce, a cada dia, o número de consumidores conscientes. Para não perder o bonde da história, a indústria da moda, aos poucos, vem dando resposta a essa fatia de mercado com os “produtos verdes”.

Por ser um fenômeno social e cultural, a moda dita formas de comportamento, transformando algumas roupas em ícones, sendo o jeans um exemplo. Esse vestuário tão comum em qualquer classe social, entra o século XXI não mais vestindo mineiros e vaqueiros como antigamente, mas sim os consumidores conscientes, daí a algumas indústrias investirem no jeans ecológico.

Reciclar processos

A estilista Raquel Araújo Martins, com mestrado em comportamento do consumidor de calça jeans, trabalha com assessoria de criação e lavanderia jeans e afirma: “Há algum tempo a indústria da moda se volta para a sustentabilidade. Depois de reciclar os materiais, agora, é a vez de reciclar os processos”.

A tendência do produto sustentável é muito forte, mas ainda conta um agravante: o custo. Infelizmente, o processo de produção, sobretudo em escala industrial, à luz da sustentabilidade “é caro”, argumenta. Explica que, “mesmo nos países com sistema fabril bem organizado a exemplo da França, é caro”, reforça. A saída da indústria, que cada vez mais, aposta em tecnologia em detrimento de mão-de-obra humana, é solucionar cada passo da cadeia produtiva.

A estilista admite que essa filosofia está indo para dentro da empresa, ou seja, o sistema de gestão sustentável, que, além de não prejudicar o meio ambiente, traz benefícios às pessoas. A maioria das marcas que envereda para este nicho de mercado está voltada para a exportação. Cita os casos da marca Osklen, que fabrica parte dos produtos na linha verde e a Natural Fashion, na Paraíba, e trabalha com algodão orgânico.

Jeans

A água é um dos principais elementos na cadeia de produção do jeans, cujo gasto médio para a fabricação de uma calça é de 42 litros. A lavanderia constitui um dos processos da cadeia produtiva que causa mais impacto, tanto pelo gasto de água, quanto pelo uso de produtos químicos. Muitas lavanderias realizam reuso de água para minimizar os impactos do processo.

Existem empresas que estão optando pelo ozônio a fim de diminuir o uso de água. A lavagem com ozônio é mais econômica, porém limita as variações de cores.

A produção de jeans verde (algumas marcas estão produzindo, sendo a Levi´s uma delas) é uma tentativa de diminuir os impactos, sobretudo com o gastos de água e uso de produtos químicos. “Além de mais caros, apresentam poucas variações de cores” revela.

“Hoje, o tingimento é industrial e com produtos químicos”. O jeans ecológico, guardadas as devidas proporções, representa um retorno aos métodos artesanais de produção. Ou, no mínimo, serve para amenizar os impactos da indústria no meio ambiente. “No início, o processo de lavanderia era artesanal”, lembra Raquel Araújo, completando que tudo começou quando dois estilistas resolveram jogar pedra-pomes na máquina para fazer o processo de desgaste. Hoje, o desgaste é feito de forma industrial.

A produção voltada para sustentabilidade, pelo menos no Brasil, ainda é constituída de ações isoladas buscando um mercado diferenciado, que demandam investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Mas, aos poucos, as coisas estão mudando. As pessoas – e o mercado – estão mais conscientes e essa indústria sustentável só tende a aumentar. Jeans ecológico é o futuro!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá leitores,

A calça jeans é uma peça básica no seu guarda-roupa e merece alguns cuidados, o Portal EcoD disponibiliza quatro dicas para tornar a peça mais sustentável. Veja só:

Evite o uso de secadoras

Colocar seu jeans no varal é muito mais econômico e ecológico do que utilizar uma secadora, principalmente no verão, quando o calor em várias partes do Brasil atinge o seu pico. Como o vento natural é mais suave do que o mecânico, a vida útil da peça é aumentada.

Use bastante

A calça jeans possui a resistência como sua característica principal. Então, por que lavá-la todos os dias? Use a peça o máximo que puder e diminua o período de tempo entre cada lavagem.

Customize

O seu jeans rasgou? Em vez de desprezar a peça, aproveite e use a criatividade para inovar. Utilize a técnica do patchwork, pegue sobras de outros tecidos e cubra aquele rasgão. Ou então, corte a calça e faça uma bermuda. A sua roupa ficará muito mais estilosa e você terá uma peça nova.

Doe

Se você procurar bem no seu guarda-roupa, com certeza achará aquela peça em jeans que não usa mais. Então por que não doar? Você estará organizando seus pertences, dando-lhes nova utilidade e ajudando a quem precisa.

Viu como é fácil se tornar uma pessoa mais sustentável?? Mãos à obra!

Você encontra o jeans claros na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou a Loja na  Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

 

Engana-se quem acha que a sedução envolve só a troca de olhares e a atração física. A roupa também é essencial nesse processo! Imaginem se vocês quisessem conquistar “O CARA” e estivessem usando uma camiseta furada, uma calça velha e um chinelão? Com certeza ia ser muito mais difícil chamar a atenção do gatinho, né? Continuar lendo →