Menu

Olá leitores,

Já falamos bastante aqui que a calça jeans é a grande peça coringa do guarda roupa feminino: graças à sua infinidade de modelos e lavagens, ela veste bem todas as mulheres e vai do trabalho à balada. Mas, diante de tantas opções, como saber qual delas é a mais adequada para o seu tipo de corpo?

Mulheres mais magras, mais cheinhas, altas, baixa, quadril largo… Cada uma pede um modelo diferente. A consultora de moda Bia Kavasaki deu algumas dicas para não errar na hora de comprar o jeans e ressalta: calça de corte reto fica bem em todas as mulheres.

Bia classificou os tipos de corpo e deu algumas sugestões para cada um. Veja só:

Corpo Oval

Esta geralmente é a silhueta de quem está acima do peso ideal. As linhas do corpo são curvas e a cintura está na mesma linha que os ombros e quadris ou até maior. “Muitas mulheres com este tipo de corpo têm perna fina, então podem usar calça skinny”, explica Bia.
É melhor evitar: calça pantalona, pois dá ainda mais volume ao corpo.

Retangular

A mulher retangular geralmente é alta e seus ombros, quadris e cintura são alinhados na silhueta. De acordo com Bia, este biotipo não tem bumbum, cintura ou seios: as formas são magras e com poucas curvas e, por isso, fica bem em todos os tipos de jeans. “Quem tem pouco bumbum fica linda de bata e calça skinny, ainda mais se for curtinha. A pantalona também valoriza o visual”.

Ampulheta

Este é o formato “ideal” de corpo: ombros e quadris estão na mesma linha, as curvas são sutis e a cintura é fina. “As mulheres ampulheta podem usar o que quiserem, pois tem o corpo bem desenhado. Alias, são as únicas que podem apostar nas peças de cintura alta”.

Pêra

O famoso corpo violão: os ombros são um pouco menores do que os quadris, a cintura é bem definida e os seios, médios.
É melhor evitar: calças skinny e capri. “A mulher com este corpo costuma ter pernas grossas, que não ficam bonitas em calças muito ajustadas, como a skinny. Calça pantalona, de montaria e camisetas muito largas também desvalorizam este tipo de corpo. Na minha opinião, a mulher pera só deveria usar saia: é mais feminina e define as curvas”, afirma Bia.

Triângulo invertido

A parte superior do corpo concentra o maior volume, com os ombros e mais largos do que os quadris. A cintura costuma ser mais reta e as pernas, finas. “Também pode abusar de todas as modelagens sem medo de errar. As pernas finas dão esta liberdade”, afirma Bia.

Estilos de calça jeans

Quanto aos diferentes estilos e lavagens de jeans, Bia afirma que a moda está muito democrática e qualquer modelo pode ganhar as ruas, desde que seja usado com bom senso. “A calça flare é a antiga boca de sino, o que muda é o tamanho da circunferência da barra. A pantalona continua em alta, bem como as lavagens mais claras e em tons de cinza, mas no inverno as calças escurecem”.

Já as calças rasgadas, quanto mais geométricas e assimétricas, melhor. “Se tiverem vários rasgos, eles tem que ser iguais, ou pelo menos ter a mesma padronagem de tamanho em pontos diferentes da calça”, afirma.

É só identificar qual tipo é o seu corpo e usar a calça certa para ficar sempre elegante, não importa o estilo.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até mais!

Olá!

Os homens ficam sempre na dúvida: pode usar jeans no trabalho?

Tudo depende. Existem cargos cujo nível de formalidade não permite o uso de jeans de forma alguma. Já outros, mais informais, a peça já é liberada. Deve-se sempre levar em conta que o código de vestir deve sempre ser respeitado.

Parece que para homem é mais complicado usar jeans no escritório. Mas não é bem assim, a moda masculina contemporânea tem ampliado de forma direta as possibilidades para quem gosta de sentir-se confortável e ao mesmo tempo pronto para todas as ocasiões.

Com exceção de profissões com dress code extremamente rigoroso (caso dos juízes e advogados, por exemplo), sair da rotina e trocar a calça social por um jeans pode ser uma boa.

Veja essas dicas de como vestir calças jeans e ainda manter a elegância:

– O jeans deve ser de um tom uniforme, ou seja, esqueça os desbotados;

– Nada de rasgos ou lavagens mais claras em determinados pontos da calça;

– Escolha um modelo de corte reto, bem tradicional (calças skinny ou baggy ficam no armário nesse momento);

– A cintura da sua calça deve ser média, encaixando bem no quadril;

– Não faça combinações de jeans com jeans (camisa + calça ou camisa + jaqueta, por exemplo);

– Casacos de couro: só não vale aqueles mais pesados, estilo motoqueiro. Escolha modelos mais estruturados, modernos e não tão chamativos.

– Evite usar jeans com tênis e camiseta. Por mais que estejam na moda, tênis e t-shirts devem ser evitados em ambientes de trabalho em geral.

– Caso prefira algo mais confortável, vá de sweater, um bom modelo sóbrio sobre uma camisa neutra aquece nos dias mais frios e não sai da linha, embora seja um pouco mais casual.

– Jeans com blazer e sapato social é sempre uma boa pedida; o blazer dá o ar sério à sua produção. Porém, para que a combinação seja perfeita, é importante tomar alguns cuidados no momento de realizar a escolha. Algo que garante mais possibilidades de uso é a opção por um blazer em tons escuros como marrom, azul ou preto. Isso garante uma combinação mais harmônica com qualquer tipo de calça jeans, seja ela mais clássica ou mais despojada.

Se você quer mesmo usar jeans no trabalho, o importante é não manter o foco da sua produção no jeans. Desta forma, ele se harmoniza com as outras peças e compõe um look mais formal e confortável.

Você encontra o jeans claros na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou a Loja na  Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Viu como é possível?

Olá!

Será que os homens são tão aficionados em sapatos como as mulheres? Talvez não, mas também não são desleixados e dão importância sim a essa peça chave do vestuário. De nada adianta vestir a roupa certa se o sapato escolhido não tem nada a ver com o look e a ocasião. Existem diversos modelos de calçados masculinos disponíveis, e praticamente todos eles podem ser usados com jeans, já que jeans “vai com tudo”.

Conheça os tipos de sapato e escolha o que mais combina com você e seu estilo.

Sapato Oxford
Foi o primeiro sapato amarrado com cadarços e introduzido na Inglaterra em 1640 entre os estudantes da Universidade de Oxford. Podem ser de couro ou de camurça, geralmente seu bico é mais afinado e longo e com uma costura separando a ponta do resto do calçado. Eles são mais formais e podem ser usados com ternos em ocasiões como casamentos. Para usar com jeans, depende do seu estilo.

Sapato Derby
É derivado do Oxford, mas surgido no século XIX. É um sapato de cadarços e pode ser de bico mais quadrado, sem a divisória na ponta do sapato. Outra diferença está na parte onde estão os furos do cadarço: eles estão situados em abas laterais, costuradas sobre o corpo do calçado. É menos formal que o modelo Oxford, podendo ser usado com costume, blazer e calça sem gravata. Depende do modelo, pode ser usado com jeans.

Sapato Monk
É um sapato derivado dos sapatos dos Monges usados desde o século XV, com a versão contemporânea surgida nos anos 30. Em termos de formalidade, ele está entre o Oxford e o Derby. É um sapato sem cadarços, reconhecido pela fivela de metal lateral na parte superior do sapato. Combina com ternos e trajes sociais.

Sapato Brogue
Não é bem um tipo de sapato, mas um enfeite que pode estar presente em outros modelos, como Oxford. São os perfurados decorativos que formam desenhos nos sapatos. Dependendo do seu estilo, pode até ser usado com jeans.

Sapato Mocassim
Mocassim é o nome dado aos sapatos de couro costurados a mão com pontos largos ao redor do peito do pé e sobre os dedos. Em 1953, a Gucci projetou a moda dos mocassins com o lançamento de um modelo com fivela de metal e uma faixa verde e vermelha, que foi copiado no mundo inteiro. É um sapato confortável, conhecido por sua flexibilidade e presença de bolinhas de borracha no solado para evitar que o sapato escorregue. É casual e esportivo que fica bem com bermudas e calça jeans. Não combina com meias.

Sapato Dock side ou Boat Shoe
É uma variação náutica do mocassim que ganhou as ruas nos anos 80, uma característica curiosa é o cadarço, geralmente em couro, que passa por ilhoses nas laterais do sapato, de um lado até o outro. Mais um modelo extremamente casual que pede roupas leves e não deve ser usado com meias. Pode ser usado com jeans mais leves.

Sapato Driver
Mais uma vez o mocassim foi modificado para um propósito específico: este calçado tem a sola em gomos que dão aderência e conforto na hora de dirigir, daí o nome que lhe foi dado. Fica bem com bermudas e calça jeans

Sapato Loafer
É um sapato fechado, sem cadarço e sem fivela, que se distingue por uma faixa de couro com um desenho vazado na área superior do peito do pé. Na década de 50 se tornou popular entre os universitários norte-americanos. Ele vai bem com calça jeans combinada com camisa pólo.

Sapato Side Gore
Uma adaptação do Loafer que tem duas tiras de elástico em suas laterais e pode ser usado com blazer e calça em duas versões mais sofisticadas ou com jeans quando tem aparência mais casual.

Sapatênis
É um sapato híbrido, não tão esportivo como o tênis, nem tão formal quanto os sapatos. Prefira sapatênis com menos detalhes esportivos (como faixas coloridas ou grandes cadarços), mais discretos. Podem ser usados em situações casuais, com bermudas ou calça jeans.

Tênis
Clássico da moda informal. Podem ser usados com calça jeans, desde que não sejam aqueles modelos com solados maiores ou específicos para esportes. Prefira os tênis mais casuais, que dão um visual mais despojado, sem parecer desleixado.

Botas
Prefira modelos sem muitos detalhes. Podem ser usadas com a calça jeans por cima do cano da bota ou não (depende do seu estilo). Outra opção é dobrar a barra da calça para um visual mais moderno.

Coturnos
São as botas com cano mais alto e cadarço, lembrando o coturno militar mesmo. Valem as mesmas regras da bota. Combinam muito com calça jeans.

Dicas

Já sabe qual modelo de sapato vai querer? Então aqui vão algumas dicas na hora de escolher e conservar seu calçado:

1. Além do fator estilo, você deve levar em consideração o conforto. Experimente os dois pés do sapato, ande pela loja e fique algum tempo com eles nos pés. Cerca de 90% das pessoas têm um pé maior que o outro. Sapatos não “laceiam” no comprimento. No máximo, adaptam-se à largura do seu pé.

2. Prefira sapatos de solado de couro aos de solado de borracha, por mais fiéis aos de couro que estes modelos possam parecer. Além de mais elegantes, solados de couro duram bem mais, se guardados adequadamente.

3. A escolha do modelo de sapato pode ser influenciada pela altura do seu pé. Se as duas carreiras de orifícios não ficaram paralelas ou estão sobrepostas, é sinal de que o sapato não é o adequado para você.

4. O ideal é que exista uma distância mais ou menos da largura de um lápis do dedo até a frente do sapato, para evitar desconforto. Sapatos de bico fino e forma mais alongada podem ficar com o bico um pouco levantado.

5. Não utilize seu sapato de couro dois dias seguidos. Para mantê-lo em forma, o ideal é investir em dois modelos e alterná-los. Na hora de guardá-los, conte com uma fôrma especial de madeira, que absorve a umidade interna do sapato e evita que o couro fique marcado, além de manter um aspecto de novo. Pode ser adquirida em lojas especializadas em artigos para sapatos.

6. Vai engraxar? Esqueça as graxas tradicionais, que proporcionam um brilho temporário ao couro, mas ressecam o material a longo prazo. No dia-a-dia, prefira uma flanela úmida para tirar o pó e, de tempos em tempos, um produto hidratante específico para sapatos.

7. Na hora de escolher sapatos coloridos, esfregue o dedo no material e veja a solidez da cor. A camurça geralmente libera tinta e pode sujar meias e manchar outras roupas.

8. Se optar por detalhes metálicos nos sapatos, escolha os prateados e foscos para manter a discrição e elegância.

Pronto. Dicas anotadas? Então agora escolha seu jeans, escolha o sapato que mais te agrade e se sinta bem com isso. Na verdade, você não precisa estar sempre “na moda”. O importante é você gostar do seu visual!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até mais!

Jeans rasgados e desgastados dão estilo e personalidade aos looks masculinos. Esta onda tem uma influência  dos estilos de roqueiros desde a década de 70  e isso vem renovando-se até hoje como uma marca de rebeldia e despojamento.

Jesus-Luz-veste-bermuda-detonada-da-Consciencia-Jeans.

Para reforçar esta ideia de descontração, a coleção de verão da Consciência Jeans traz calças e bermudas detonadas também para eles. São peças muito básicas e versáteis, que se adaptam a qualquer look preservando o estilo de cada um, garantindo uma pegada mais descolada.

Jeans-detonado-Consciencia-jeans-masculino

Para um look casual, combine sua peça detonada com uma camiseta básica e um sapatênis. Acessórios como chapéus, cintos e relógios complementam o visual revelando seu estilo.
consciencia-jeans-rio-verao

 

Consciência Jeans lança tendências de inverno na feira São Paulo Pret a Porter 2013

Sempre preocupada em desenvolver ações de sustentabilidade ambiental, a Consciência Jeans investe na diminuição do uso de água nas lavagens de seus produtos e tem linhas de produtos feitos a partir de tecidos reciclados de resíduos de tecidos de puro algodão e garrafas pet . A calça jeans da foto recebeu estampa a laser que na balada brilha com a luz negra. Este processo de estamparia economiza água  na fabricação do jeans e é um investimento da marca focado no respeito ao meio ambiente.

Jeans com estampa a laser
Jeans com estampa a laser

Seguindo esta preocupação com sustentabilidade seu estande na Pret a Porter 2013 recebeu decoração de 4 biombos feitos com garrafas pet recicladas. Os responsáveis por este trabalho foram a montadora DMDL e a WE Manuseios.

 Você encontra todas as peças de jeans na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans na Rua Xavantes, 173 ou a Loja na Rua Joli, 582 no bairro do Brás em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Fala de marketing, comportamento e moda para o varejo de confecções e acessórios

 Além da oportunidade de conhecer e comprar as coleções de moda 2013 de importantes marcas nacionais e internacionais, lojistas que visitarem a São Paulo Prêt-à-Porter – 3ª Feira Internacional de Negócios para Indústria da Moda, Confecções e Acessórios (13 a 16 de janeiro, Expo Center Norte, São Paulo) terão também um momento imperdível de atualização profissional. O Fórum de Moda preparado pelos organizadores da feira terá 7 palestras gratuitas para o varejo, abordando temas de marketing, comportamento, mercado e moda.

 A gerente de negócios da São Paulo Prêt-à-Porter, Tahiana Bainton, destaca que o Fórum acontece de maneira simultânea e integrada à feira. “As apresentações serão realizadas em um auditório dentro do pavilhão. De 13 a 15 de janeiro serão duas palestras por dia e no dia 16 de janeiro (último dia de evento) uma apresentação.

 Silvio Chadad, consultor da São Paulo Prêt-à-Porter e curador do Fórum de Moda, destaca o enfoque prático das apresentações. “O empresário do varejo que participar e/ou enviar um membro da equipe para assistir às palestras sairá do evento com a sensação de ter participado de um curso de imersão 100% voltado ao varejo de moda”.

O Fórum de Moda São Paulo Prêt-à-Porter conta com apoio do Istituto Europeo di Design (IED), Grupo UseFashion e da Universidade Anhembi Morumbi.

 

PROGRAMA

13 de janeiro

16h00: Panorama do mercado de luxo no Brasil e no mundo

Amnon Armoni – coordenador do curso de pós-graduação em Direção de Criação em Moda e professor do curso de MBA Gestão de luxo, da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap). É consultor no segmento de luxo para várias marcas de destaque no cenário do varejo.

18h00: Preview Verão 2013/2014: direcionamento criativo

Aissa Basile – autora do livro Como pesquisar Moda na Europa e nos Estados Unidos. Atua como consultora cobrindo os principais desfiles internacionais e como diretora criativa para várias tecelagens. Palestrante do Senac Moda Informação desde o início do projeto, também criou o núcleo de moda da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) orientando empresas do segmento têxtil no desenvolvimento de coleções.

 

14 de janeiro

13h00:  Comportamento de consumo da mulher contemporânea e a influência das novelas

Patrícia Rodrigues – especialista em moda e comunicação com mais de 19 anos de experiência e vasto conhecimento em todos os processos da cadeia produtiva de moda. Diretora de Pesquisa do Sistema UseFashion de Informações, responsável pelo direcionamento dos projetos de pesquisa e decodificação das tendências junto a toda a equipe de especialistas.

 

Fórum de Moda São Paulo Prêt-à-Porter

 fala de marketing, comportamento e moda

para o varejo de confecções e acessórios

Além da oportunidade de conhecer e comprar as coleções de moda 2013 de importantes marcas nacionais e internacionais, lojistas que visitarem a São Paulo Prêt-à-Porter – 3ª Feira Internacional de Negócios para Indústria da Moda, Confecções e Acessórios (13 a 16 de janeiro, Expo Center Norte, São Paulo) terão também um momento imperdível de atualização profissional. O Fórum de Moda preparado pelos organizadores da feira terá 7 palestras gratuitas para o varejo, abordando temas de marketing, comportamento, mercado e moda.

A gerente de negócios da São Paulo Prêt-à-Porter, Tahiana Bainton, destaca que o Fórum acontece de maneira simultânea e integrada à feira. “As apresentações serão realizadas em um auditório dentro do pavilhão. De 13 a 15 de janeiro serão duas palestras por dia e no dia 16 de janeiro (último dia de evento) uma apresentação.

Silvio Chadad, consultor da São Paulo Prêt-à-Porter e curador do Fórum de Moda, destaca o enfoque prático das apresentações. “O empresário do varejo que participar e/ou enviar um membro da equipe para assistir às palestras sairá do evento com a sensação de ter participado de um curso de imersão 100% voltado ao varejo de moda”.

O Fórum de Moda São Paulo Prêt-à-Porter conta com apoio do Istituto Europeo di Design (IED), Grupo UseFashion e da Universidade Anhembi Morumbi.

 PROGRAMA

 13 de janeiro

16h00: Panorama do mercado de luxo no Brasil e no mundo

Amnon Armoni – coordenador do curso de pós-graduação em Direção de Criação em Moda e professor do curso de MBA Gestão de luxo, da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap). É consultor no segmento de luxo para várias marcas de destaque no cenário do varejo.

18h00: Preview Verão 2013/2014: direcionamento criativo

Aissa Basile – autora do livro Como pesquisar Moda na Europa e nos Estados Unidos. Atua como consultora cobrindo os principais desfiles internacionais e como diretora criativa para várias tecelagens. Palestrante do Senac Moda Informação desde o início do projeto, também criou o núcleo de moda da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) orientando empresas do segmento têxtil no desenvolvimento de coleções.

14 de janeiro

13h00:  Comportamento de consumo da mulher contemporânea e a influência das novelas

Patrícia Rodrigues – especialista em moda e comunicação com mais de 19 anos de experiência e vasto conhecimento em todos os processos da cadeia produtiva de moda. Diretora de Pesquisa do Sistema UseFashion de Informações, responsável pelo direcionamento dos projetos de pesquisa e decodificação das tendências junto a toda a equipe de especialistas.

17h00: O novo luxo: mesa-redonda – Moderação Silvio Chadad

Edgard Octávio – é um dos principais cenógrafos de moda do Brasil, responsável pela ambientação de importantes lojas de luxo do País. Estudante de arquitetura nos anos 1970, se tornou darling da moda quando precisou ajudar um amigo vitrinista. A partir daí, passou a trabalhar com todos os estilistas do grupo Moda-Rio. Foi na Daslu, onde atua desde 2005, que descobriu a capacidade para desenvolver conceito visual de forma ampla. Edgard Octávio assina a cenografia do salão TopStyle São Paulo Prêt-à-Porter.

Silvio Passarelli – economista, administrador de empresas, especialista em planejamento, pós-graduado em Marketing e especialista em Criatividade Aplicada, pela Universidade de Santiago de Compostela. Consultor em estratégia, marketing, competitividade e criatividade para os mercados luxo e premium. Atua no magistério superior desde 1973, é diretor da Faculdade de Artes Plásticas, da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), e diretor da Silvio Passarelli Luxo e Cultura Ltda.

 Victor Megido – além de conferencista, trabalhou na área de propaganda e marketing de empresas multinacionais e hoje atua como Managing Director, da agência de comunicação e marketing Armosia Brasil. Foi professor convidado da Universidade La Sapienza e do IED Roma e é escritor na área avançada de marketing e comunicação, com livros publicados na Itália: Le mille facce del marketing (2008), Brand imagination (2007) e Le nuove terre della pubblicità (2005). Autor do livro Luxo for All (2011) sobre o novo conceito de luxo e as estratégias para abordar a nova classe média brasileira.

15 de janeiro

13h00: Relacionamento além da loja: novas ferramentas digitais

Karina Kotake – fundadora da KOK Fashion Lab, agência de marketing digital de moda 360° que atende grandes marcas do setor. Formada e pós-graduada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Universidade Anhembi Morumbi, é especialista em Inteligência digital nos segmentos de moda, beleza e lifestyle. Hoje, também é criadora de cursos e palestras sobre marketing digital, varejo online e cool hunting em tais segmentos.

17h00: Marketing de Moda: gestão de vendas e criação de valor

Silvio Chadad – formado em Administração de Empresas pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), com especialização em Marketing de Moda. Trabalha no setor desde 1975, é diretor da Resolução Assessoria de Moda e tem trabalhado com algumas das maiores empresas do setor. Palestrante na área de Gestão de negócios em moda tem atuação destacada para várias marcas nesse segmento com participação ativa nas maiores feiras de moda do mercado brasileiro. Atualmente é consultor do Salão TopStyle da feira São Paulo Prêt-à-Porter e curador do Fórum de Moda do mesmo evento.

16 de janeiro

11h00: A loja que vende: o ambiente que encanta

Otávio Pereiral – mestre em História da Ciência, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); pós-graduado em MBA em Varejo de Moda pela Universidade Anhembi Morumbi; bacharel em Letras, pela Universidade de São Paulo (USP). Coordenador da pós-graduação na área de moda e professor, da Universidade Anhembi Morumbi; professor e consultor nas áreas de gestão de moda, pelo Senac-SP e consultor para as empresas: Quatsi/Jarmod, WZ e Sebrae-MG.

A programação oficial está disponível no portal www.saopaulopretaporter.com/ em A Feira – Fórum de Moda.

*Programa sujeito a alterações

SERVIÇO

São Paulo Prêt-à-Porter 2013

3ª Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios

13 a 16 de janeiro de 2013 – Expo Center Norte – São Paulo

Horário: das 10h às 20h