Menu
consciencia jeans inverno 2014 - 1358
Fonte: Reprodução

O jeans é uma peça muito versátil, por isso mesmo é muito querido! Com eles se pode criar looks totalmente personalizados e adaptados às diferentes circunstâncias da moda e dos seus programas. Para isso os acessórios são importantes para dar o astral correto à produção! Os sapatos e sandálias são fundamentais nessa hora de compor o look.

Mas qual é o astral correto? É o seu!

Se você é daquelas que gosta de sapatos, faça como Jessica Alba, divirta-se escolhendo!

sapatos
Fonte: Reprodução

calça-vermelha-sandália

sapato-calça-jeans
Fonte: Reprodução

Mas será que dá para ficar em cima do salto ?

Se dia for de muita correria talvez seja melhor apostar no conforto e bom humor!

sapato-colorido-calça-jeans-capri
Fonte: Reprodução
sapato-onça-com-calça
Fonte: Reprodução
calça-capri-sapato-oncinha
Fonte: Reprodução

Plataformas podem dar aquela ajuda para aumentar o conforto sem sair do salto…

calça-jeans-sapato-fechado

calça-jeans-sandalia

Já as super altas são irresistíveis… É preciso achar ocasiões para elas!

sandalia-salto-calça-azul

sapato-vermelho-calça-jeans
Fonte: Reprodução
sandália-plataforma-vermelha
Fonte: Reprodução


Não são lindas?

Como a paixão é grande as referências de imagens são muitas:

http://juliapetit.com.br

http://www.ma-petite-chou.com

www.slywear.com.br/gata-pintada/

http://www.cranberrychic.com/pacifu

http://www.ayakkabi.kadin.in

http://www.freepeople.com/thea-saddle-shoe/

http://damiyhnno.wordpress.com

fernanda_dezembroO clima já esquentou, as férias estão chegando e agora você pode  usar e abusar dos shorts  da Consciência Jeans, eles são versáteis, fresquinhos e muito gostosos!

ana_maria_4

Combine com camisetas e croppeds. Se você gosta das blusas curtinhas,  mas tem dúvidas sobre como usa-las  vai uma dica: short justo fica melhor com  blusa larguinha e o inverso também vale: short larguinho vai bem com blusa mais certinha.

cole_verao32

 

aline_c

Shorts servem para montar um look mais arrumadinho também! Blusa folgadinha de seda dá uma uma cara mais chic à produção…caro2

Para os looks mais formais  os shorts também  são uma ótima pedida. Eles ficam mais sérios combinados com blasers.

 

 

 

modelo1
 
short-consciencia-jeans
Os boyfriends, são modelos de shorts mais folgados, tanto na coxa quanto na cintura, que lembram uma calça roubada do namorado e customizada para ficar linda em você, que gosta de ousar no look e ficar muito confortável. Além da atitude que este shortinho traz em si, você pode criar muitas possiblididades de combinações, que vão dando o tom e o estilo legal para cada ocasião.
Está friozinho ? Vai bem com um cardigã folgado e molinho…
camisa-florida-short-jeans-consciencia
É uma festa ? Fica lindo com uma blusa de seda…
bluca-com-short-jeans-vermelho-consciencia
A ocasião é mais formal? Blaser é o complemento certo…
blaser-short-jeans-preto-consciencia
Que sapato usar?
Tanto tênis quanto scarpin combinam perfeitamente com o shorts boyfriend .  Como sempre, escolha o te faz bem e é mais  correto para seu programa, os saltos sempre valorizam o look se a ocasião é mais formal e os baixinhos são ótimos se o o caso é conforto e despojamento. Nosso amiguinho larguinho  combina com quase todos os visuais quando o assunto é modernidade.  Neste verão a Consciência Jeans traz peças lindas nesta tendência,  com tingimentos e customizações especiais para você esbanjar atitude.
blusa-amarela-short-jeans-rasgado-consciencia

Jeans rasgado e desgastado é sinônimo de estilo também no guarda roupa masculino. Confira alguns looks de Jesus Luz usando calças detonadas Consciência Jeans:

Jesus-Luz-curte-o-jeans-destroyed-da-Consciência.
Jesus Luz curte o jeans destroyed da Consciência.

 

A partir dos anos 70 o estilo dos roqueiros tornou qualquer rasguinho acima do joelho  sinal de estilo e isso vem renovando-se até hoje. Com isso, as calças e bermudas detonadas são uma das tendências deste verão. Por serem super versáteis se adaptam a qualquer  look dando uma pitada de ousadia. Confiram:

consciencia-jeans-rio-verao2014
Para um look casual, combine sua peça  detonada com uma camiseta básica e um sapatênis. Acessórios como chapéus, cintos e relógios complementam o  visual revelando seu estilo.

Jesus-Luz-veste-consciencia-jeans

Jesus Luz e Andressa Suita para Consciê
Jesus Luz e Andressa Suita para Consciência Jeans

 

 

A coleção primavera verão da Consciência Jeans chega linda, alegre e muito colorida. Para combinar com toda esta exuberância, convidamos Jesus Luz,  Andressa Suita  e Thais Andrade para estrelarem a campanha que foi fotografada em uma locação maravilhosa no Rio de Janeiro, o Parque das Ruínas.

Parque

O Centro Cultural Parque das Ruínas foi a casa da grande mecenas da Belle Époque carioca, Laurinda Santos Lobo. Conhecida como a “marechala da elegância”, Laurinda reunia intelectuais e artistas nas magníficas dependências do palacete, que hoje é um dos mais belos projetos premiados do arquiteto Ernani Freire. O novo projeto manteve a estrutura das ruínas, agregando contemporaneidade à casa. Com uma das mais belas vistas da cidade, o espaço apresenta programação cultural variada. O Parque acolheu nossa equipe com muito carinho para a realização deste trabalho que incorporou a paisagem carioca à nova coleção.nova colecao5

Clique na imagem abaixo e veja o vídeo deste trabalho.

As fotos, que ficaram lindas, já foram destaque no portal Ego da Globo.

verao19

http://ego.globo.com/famosos/noticia/2013/07/sem-camisa-jesus-luz-posa-ao-lado-de-andressa-suita-em-campanha.html

 

Aline para Consciencia Jeans - jan 2013 - Foto Paulo Falcao _0227_cor_redu

As  coleções  do verão  2014 hamonizam cores intensas e tonalidades de rosa, amarelo, laranja, azul, verde, nude, branco e preto

Pantone

As novas cores aparecem em  tonalidades menos vibrantes que nas estações passadas, mas há lugar para os fluors, e várias tonalidades de índigo.
As harmonizações da moda serão : coral e pink, a sempre clássica combinação de  preto e branco; o verde piscina estará em alta com o amarelo em tons mais  ácidos, o verde esmeralda e o azul anil farão uma dupla de sucesso.

Os tons pastel  serão bem vindos, mas use com personalidade.   Efeitos  holográficos  prateados e furta cor também valem.
CORES
Quem gosta das cores mais saturadas deve apostar  no coral, amarelo e no laranja mas em uma tonalidade menos vibrante. Os tons neutros, como camurça, os terrosos, o preto e o grafite serão as apostas ideais.  Vale harmonizar as tendências para criar um look bem pessoal que valorize sua personalidade e biotipo.
Para escolher as produções do verão  e as novas compras, valorize suas cores prediletas e aquelas que você sabe que te favorecem.
Um guarda-roupas onde as cores se harmonizam facilita muito a hora da criação dos looks. Divirta-se!

8118924473_778238f753_z

O projeto é  simples e resumido nas fotos abaixo. Foi inspirado nos sacos de papel kraft e transforma um velho jeans em uma bolsa para você usar como quiser !

Apenas uma observação antes de começar: o tamanho da bolsa, obviamente, é determinado pela largura das pernas das calças. Por isso, eu não recomendo usar calças finas. Calças retas são perfeitas para o trabalho!

Você vai precisar de: um velho par de calças, um cinto, agulha e linha, e uma máquina de costura (embora você possa fazer esse projeto inteiramente à mão)

8118926781_a0c0abc1fb_zClique nas imagens e veja a matéria original

Se você quiser fazer as alças da mochila use a outra perna.

O tempo e o esforço que você usa para reciclar seu jeans velhos valem a pena. A reciclagem não só aumenta sua diversão e a sua poupança, mas também demonstra a sua preocupação com o meio ambiente.

Fonte

http://pm-betweenthelines.blogspot.com.br/2012/10/denim-snack-bag-recycling-project.html

nova colecao13Cliques em várias semanas de moda pelo mundo mostram a preferência pelos jeans destruídos, perfeitos para descontrair looks muito clássicos. A coleção Consciência Jeans tem várias opções para você escolher!

 

IMG_9822 fa_QUADRADAModelo da Consciência Jeans tem puídos, lavagem artesanal e aviamentos especiais.

Clique sobre as imagens para aumentar.

Fonte blog rwish.

48 horas em Florianópolis

Um fim de semana recheado com praias, esportes radicais, gastronomia e história

por Mônica Cardoso Fonte: viajeaqui

Edu Lyra

Praia da Joaquina, em Florianópolis

Clique nas fotos e veja a matéria original.

Dunas da praia de Joaquina, em Florianópolis, Santa Catarina

É impossível resistir aos encantos de Florianópolis – ou, simplesmente, Floripa. Só as praias, lagoas, dunas e montanhas já valem a viagem. Mas além das belezas naturais, a capital catarinense reúne construções históricas e variada gastronomia. Seus moradores, os “manezinhos da ilha”, são simpáticos com seu sotaque peculiar, herança dos colonizadores açorianos.

Não é à toa que Floripa atrai tantos turistas do Brasil e do lado de lá da fronteira. Os hermanos são presença constante no verão. Muitos até se mudaram de vez, já que Florianópolis é a capital com melhor qualidade de vida do país.

Com 60 quilômetros de extensão, as distâncias de uma praia a outra são bem longas e compensa alugar um carro. 48 horas em Florianópolis é muito pouco para descobrir as atrações da ilha. Mas, com certeza, é um convite para uma próxima viagem.

Dia 1

Praia é o que não falta em Florianópolis: 42 esparramam-se pela ilha – e sem contar aquelas menores, escondidinhas e sem nome. Com tantas opções, é difícil escolher uma só. Tire a manhã para conhecer a Praia Mole, a mais baladeira de todas. As ondas fortes atraem os surfistas enquanto o morro à direita é usado como rampa de decolagem para o voo livre. Nada melhor que tomar um café da manhã com vista para o mar. Siga então para a charmosa barraca de praia Big Blue Club que serve ótimos sucos e sanduiches naturais. E a praia ainda tem uma vantagem a mais: na fofa faixa de areia rola um forte clima de paquera.

 

Praia Mole, Florianópolis (SC)

As fortes ondas da Praia Mole atraem surfistas. E, de quebra, muita paquera. Crédito: Ricardo Freire

Colada à Praia Mole fica Joaquina, outro famoso point de surfistas e sede de campeonatos internacionais. Se o mar não for sua praia, arrisque-se no sandboard, o surfe na areia. O desafio é deslizar pelas dunas em pé, sobre a prancha, sentindo o ventinho bater no rosto. Mas se preferir algo menos radical, encare o esquibunda, em uma prancha um pouco mais larga. Várias barracas na praia alugam as pranchas.

Pertinho dali está a Lagoa da Conceição. As águas da maior lagoa da ilha ficam coloridas com as velas de windsurfe e kitesurfe. Dá para fazer uma aulinha rápida com instrutores e aprender algumas manobras. Faça uma caminhada na Avenida das Rendeiras, que contorna a lagoa, repleta de lojas que vendem a tradicional renda de bilro. Aproveite para fazer comprinhas de peças feitas artesanalmente à mão, como toalhas e vestidos.

A Lagoa também concentra bons restaurantes, como O Barba Negra. No almoço, não deixe de provar a famosa sequência de camarão, que se tornou praticamente uma atração turística. O visitante pode se esbaldar nesse “rodízio” que começa com casquinhas de siri e continua com camarão ao alho e óleo, ao bafo, à milanesa e filé de peixe ao molho de camarão.

 

Praia Jurerê, Florianópolis, Santa Catarina

Nos beach lounges de Jurerê Internacional rolam festas regadas a espumantes, ideais para curtir o pôr do sol. Crédito: Cris Berger

E que tal curtir uma balada em plena luz do dia? A Praia de Jurerê Internacional reúne beach lounges que lhe dão um ar sofisticado de Ibiza e Punta del Este. As festas regadas a espumantes e música eletrônica são perfeitas para curtir o fim de tarde à beira-mar. O Cafe de la Musique, filial da casa paulistana, oferece cardápio internacional e espreguiçadeiras confortáveis na areia. Já no El Divino, DJs internacionais se revezam nas picapes, enquanto o público dança ou paquera no deque de madeira.

Depois do esquenta na praia, nada melhor que curtir a noite de Floripa. Os mais baladeiros podem se esbaldar na pista ao som eletrônico ali mesmo em Jurerê. O complexo Music Park abriga três grandes casas: Pacha, Posh e Stage. Agora se a ideia é curtir um bar com a dobradinha petisco e cerveja, siga para o Centro onde estão o Botequim Floripa e a Cervejaria Original.

Dia 2

Deixe o segundo dia para descobrir o Centro Histórico. Boa parte das antigas construções em estilo neoclássico foram restauradas. Escolha como ponto de partida a Praça 15 de Novembro, onde a cidade foi fundada. Impossível deixar de notar a gigantesca e centenária figueira, com galhos que se estendem pela praça. Os moradores garantem que contornar a árvore várias vezes atrai fortuna e casamento.

Faça um pit stop no charmoso Café Cultura, instalado em um imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico. Tome uma xícara do saboroso café, que leva o nome da casa, acompanhado de um waffle de frutas vermelhas.

De volta à caminhada, entre na Catedral Metropolitana, erguida em 1773, no ponto mais alto da Vila de Nossa Senhora de Desterro, como Florianópolis foi batizada. O edifício passa por um intenso restauro, mas repare nos delicados vitrais e altares que já foram recuperados.

A poucos passos dali fica a Casa da Alfândega, de 1876. O prédio abriga barracas que vendem o típico artesanato local, com peças de cerâmica, barro e palha. Leve algumas lembrancinhas, como o colorido boi de mamão. O boizinho de cerâmica, herança dos colonizadores açorianos, faz parte do folclore local.

Vale a pena conhecer o Museu Victor Meirelles, instalado na simpática casa onde viveu o pintor catarinense. O acervo reúne pinturas, aquarelas e desenhos, como a famosa tela “Degolação de São João Batista”, de 1855.

 

Porção de ostras, mariscos e camarões, do Box 32, no Mercado Municipal de Florianópolis

No Box 32, no Mercado Público, experimente a farta porção de ostras, mariscos e camarões. E o recheado pastel de camarão. Crédito: Leo Feltran

Siga para o Mercado Público onde as barracas vendem de camarões graúdos a doces típicos. A dica para o almoço é o Box 32, famoso pelo pastel recheado com inacreditáveis 100 gramas de camarão. Prove também uma porção de ostras frescas, já que a cidade é a maior produtora do país. Tampouco seria um pecado ir embora sem degustar um bolinho de bacalhau e a tradicional cachamel, cachaça envelhecida com mel.

De lá, dê uma esticadinha até a Praia do Campeche, um das mais próximas do centro, apesar dos 20 quilômetros de distância. É tão badalada quanto Jurerê Internacional e Mole, mas sua natureza mais rústica, com ventos fortes e mar agitado, atrai fãs de surf e kitesurfe. Sua extensa faixa de areia servia de campo de pouso para o correio aéreo francês na década de 20. Um dos seus funcionários, o escritor Antoine de Saint-Exupéry, costumava descansar na região. E uma curiosidade: os antigos moradores dizem que o nome Campeche vem do apelido que ele deu ao lugar: Campo de Pesca – ou em francês, Champ du Pêche. O certo é que sua obra mais famosa, O Pequeno Príncipe, batiza a principal avenida do balneário.

 

Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, Santa Catarina

Com o pôr do sol do fim da tarde, a Ponte Hercílio Luz rende ótimos cliques. Crédito: Thinkstock

Para se despedir de Floripa, vá até a Ponte Hercílio Luz. Construída para ligar a parte continental à ilha, a enorme estrutura de 75 metros de altura se tornou o cartão-postal da cidade. A ponte está fechada para (uma eterna) restauração, mas continua procuradíssima para fotos, principalmente ao pôr do sol. À noite, a iluminação realça ainda mais sua beleza e, de quebra, rende ótimos cliques.

 

por Mônica Cardoso Fonte: viajeaqui.abril

http://viajeaqui.abril.com.br/materias/48-horas-em-florianopolis

Que maravilha!

20130603163257500169a
Clique na imagem e veja a matéria original

Concessionárias de veículos de Sorocaba, a 92 km de São Paulo, terão de plantar uma árvore para cada carro zero vendido na cidade. A lei municipal que prevê a medida benéfica ao meio ambiente foi aprovada em 2008, mas somente agora passará a ser cumprida.

O projeto “Um veículo, uma árvore” foi lançado nesta segunda-feira, depois de um acordo entre a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e as trinta concessionárias de veículos que operam no município. O plantio simbólico de 50 mudas no Parque dos Ipês, no Jardim Santa Marina, zona norte da cidade, marcou a entrada da lei em vigor.

Com base no crescimento da frota de veículos, a Secretaria estima que as concessionárias terão de plantar 24 mil árvores por ano. De acordo com a secretária Jussara de Lima Carvalho, com o plantio das mudas, as empresas dão um passo para atingir metas de sequestro do dióxido do carbono, gás responsável pelo chamado efeito estufa, emitido pelos veículos automotores. Elas poderão usar a adesão ao projeto ambiental como argumento na venda dos veículos.

As concessionárias ficarão responsáveis pela compra, plantio e manutenção das mudas. Caberá à Secretaria indicar as espécies, o tamanho das mudas e o local do plantio. Nos últimos quatro anos, o plano de arborização de Sorocaba plantou mais de 500 mil mudas na cidade.

Fonte Agência Estado
http://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2013/06/03/interna_nacional,398513/sorocaba-plantara-uma-arvore-para-cada-carro-vendido.shtml