Menu

“Entre 12h e 13h do dia 26 de maio, o país gerou 22 gigawatts de eletricidade usando apenas a luz do Sol — um recorde mundial. É o equivalente, por exemplo, a 1,5 vezes a produção de Itaipu no mesmo período.”

Muita gente acha que reduzir as emissões de CO2 em curto prazo é uma utopia. Os alemães, porém, têm batido recordes de produção de energia solar, e mostrado que essa hipótese não é só uma luz no fim do túnel. Entre 12h e 13h do dia 26 de maio, o país gerou 22 gigawatts de eletricidade usando apenas a luz do Sol — um recorde mundial. É o equivalente, por exemplo, a 1,5 vezes a produção de Itaipu no mesmo período. E não foi só um lampejo. Na média mensal, placas fotovoltaicas geraram 10% da energia consumida no país.

Pelo menos duas coisas explicam os recordes. Uma delas é que desde 2000 o governo oferece subsídio para quem quer instalar placas. O cidadão que faz isso gera sua própria eletricidade e vende o excedente para os vizinhos a preços competitivos. E o que paga a conta do subsídio? Uma sobretaxa na conta de luz de quem não usa energia limpa. A estratégia faz parte do energiewende (guinada da energia), conjunto de ações do governo para reduzir emissões. Ela ajudou o país a aumentar mais de 300 vezes sua geração de energia solar nos últimos 11 anos e a se tornar líder global no quesito — o país tem 36% das placas fotovoltaicas em operação no mundo.

Mas ser verde ainda custa caro. No ano passado, a Alemanha gastou US$ 17 bilhões com energia limpa. Suja, ela custaria menos da metade, segundo o engenheiro Samarjit Chakaborty, da Universidade Técnica de Munique. E aí entra a outra explicação para os recordes alemães: a adesão popular. “Mais de 65% dos geradores são de indivíduos ou comunidades. É uma revolução civil”, diz Rainer Rahlwes, da Federação Europeia de Energias Renováveis. Por trás dessa atitude, há um misto de consciência ecológica e medo. “Depois de Fukushima, o povo alemão parece ter decidido dizer não à energia atômica”, diz o sociólogo Harald Wenzel, da Universidade Freie de Berlim, sobre a fonte de 20% da energia do país em 2010. “Hoje se pensa que não vale a pena correr o risco só para economizar.” Sem as usinas nucleares, e com a meta de cortar suas emissões pela metade até 2020, a Alemanha deve continuar batendo recordes de energia solar. Talvez neste mesmo verão.

Reportagem da revista Galileu

http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI314126-18537,00-ALEMANHA+BATE+RECORDES+DE+PRODUCAO+DE+ENERGIA+SOLAR.html

Vocês já conhecem os tênis com salto embutido? Para usar com calças, prefira as de boca justa. Fica ótimo com os modelos skinny da Consciência Jeans. Veja a produção de Alessandra Ambrósio.

Os tons de Neon são uma grande aposta para o verão 2012/2013. Escolha um deles e deixe-o brilhar (literalmente) como foco principal do look, mesclando-o com itens mais básicos, como um bom jeans (da Consciência, é claro!) e outras peças em tons neutros. Preto, nude e cinza formam boas combinações. Se preferir, ao invés de usá-lo nas roupas, pode se jogar nos acessórios: colares, bolsas e sapatos em neon amarelo, verde, rosa e laranja dão um toque super atual às produções. Se jogue!

 

Engana-se quem acha que a sedução envolve só a troca de olhares e a atração física. A roupa também é essencial nesse processo! Imaginem se vocês quisessem conquistar “O CARA” e estivessem usando uma camiseta furada, uma calça velha e um chinelão? Com certeza ia ser muito mais difícil chamar a atenção do gatinho, né? Leia Mais

Amanhã, 11 de agosto, é o Dia da Televisão! E em homenagem a essa “amiga” de todos os dias, a Consciência Jeans fala hoje sobre os figurinos de TV.

Os figurinos da televisão nacional e internacional são um sucesso absoluto nas ruas! Cada um no seu estilo, mas sempre ditando modas e criando novas tendências em todas as tribos. Somos inspirados pelos looks e marcas usadas por muitos personagens femininos e masculinos. O mercado da moda televisiva invadiu os nossos armários! Leia Mais

Queijo e Goiabada, Romeu e Julieta, Circo e Palhaço, Futebol e Bola, Piu-Piu e Frajola… todos têm a mesma sintonia que Moda e Música! Uma relação que já vem há muito tempo influenciando o palco e a passarela.

A música é essencial para a moda, tanto como trilha em desfiles, editorial de moda, campanha publicitária, e até mesmo na influência de temas para o desenvolvimento de uma coleção. A música cria um universo que revela os conceitos da moda. Já a moda é a responsável pelo visual da música, ou melhor, de quem a canta… porque o cantor ou a banda devem estar de acordo com o seu estilo musical, não é mesmo? A visão permite a imersão total do público no clima da canção.

Moda influencia no visual dos cantores e ícones pop influenciam estilistas. É uma mão de via dupla! Como exemplos de ícones da música que se transformaram em ícones fashions temos Madonna e Lady Gaga, super influenciadoras de moda. Também podemos lembrar a parceria entre os Sex Pistols com a estilista Viviene Westwood, que inventou o look punk. São inúmeros os exemplos. Mas o fato é que a moda promove a música… e a música promove a moda!

Dica: vista música e ouça moda!

Agora está na moda sair customizando aquele jeans velho do armário. Sempre vemos na rua alguém com um jeans super diferente, rasgado, com tachinhas, aplique de tecidos, manchado, tingido… a criatividade rolando solta! O bom é que pra fazer isso não requer dom e nem muita habilidade.

Confira algumas dicas para transformar o seu jeans velho em uma peça nova, descolada e exclusiva: Leia Mais

 

Vocês sabiam que os amigos e a internet influenciam mais os jovens do que os próprios pais? Estamos vivendo um processo intenso de urbanização, aumentando o contato social com outras pessoas. Os jovens passaram a se espelhar mais no comportamento do grupo de amigos e menos dentro de casa. Leia Mais

 

Hoje é dia de lembrar da importância de se conservar as nossas florestas! Mas não vale ser só hoje, tá? Essa consciência deve permanecer em nós todos os dias. Lembrem-se que preservar as florestas é sinônimo de proteger as nossas vidas e a vida do nosso planeta!

As florestas vêm sendo ameaçadas há muito tempo em todo o mundo. Como elas não podem se proteger sozinhas é nosso dever resgatar e combater os males que os seres humanos fazem a elas! Leia Mais