Menu

Ola pessoal,

Você é revendedora de calça jeans, mas fica em dúvida de como explicar para suas clientes qual calça jeans fica melhor para o corpo dela? Aproveite e leia estas dicas que vão te ajudar na hora de reconquistar suas atuais clientes e conquistar novas.

Existem vários modelos de calça jeans, listamos abaixo 5 modelos e explicamos para que servem, dê uma olhada.

Calça Jeans Boyfriend

Esta calça jeans é usada para aumentar as proporções, por ela ser um modelo mais jogado que fica mais larguinho no corpo. É bom para usar com camisetas e regatas mais grudadinhas e uma outra dica é dobrar a barra da calça. As lavagens mais claras dão a ilusão de mais volume, ideal para silhuetas mais finas e as de lavagens mais escuras ajudam a afinar a silhueta.

 

Calça Jeans Flare

Esta calça jeans é usada para disfarçar o quadril, como tem uma cintura mais alta e a boca mais ampla, estilo anos 70, a ideia da calça jeans flare é neutralizar o quadril largo e de quebra ajuda uma alongada na silhueta. Exige comprimento que chega a quase arrastar no chão, se for baixinha, use um salto alto.

 

Calça Jeans Jegging

Esta calça jeans é usada para garantir conforto e assumir as curvas, para quem tem corpo curvilineo ou é mais magrinha, fica muito bem! As jeggins são a mistura de jeans com legging, e são a confirmação do sucesso das calças skinny. A diferença entre os dois modelos é o cós, que é usado um elástico nas jeggings ao invés do usual zíper e o material, que nas jeggings é uma malha mais fina que imita jeans.

 

Calça Jeans Reta

Esta calça jeans é usada para afinar a silhueta, fica entre a skinny e a boyfriend, por isso é super prática. Ela é uma peça-chave no closet de qualquer mulher. O ideal é dobrar a bainha e deixar o tornozelo à mostra, dando a ilusão de que a canela é mais fina.

 

SKINNY

Esta calça jeans é usada para evidenciar o quadril, um dos modelos mais coringas e mais amados pelas mulheres, justinho até o tornozelo valoriza as curvas e se adapta facilmente a qualquer tipo de corpo. Mulheres mais baixinhas devem apenas evitar que a barra fique acumulada no tornozelo, assim impede o achatamento e um acabamento feio, o ideal é que esteja no comprimento exato.

 

camisa-com-calca-jeans
Fonte: Consciência Jeans

 

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá leitoras!

Com o verão bombando, nada melhor que uma roupa bem fresca e confortável para começar bem a semana e se sentir bonita e bem arrumada, não é mesmo?

Então a nossa dica é a combinação blusa soltinha + saia jeans!

Primeiro, vamos começar falando dos tipos de saias jeans:

1 – Mini saia jeans

A mini saia se tornou uma febre em diversas décadas e ainda faz a cabeça das mulheres como tendência do mercado da moda atemporal. Não importa o que as vitrines mostram, ela veste bem, é sempre uma boa pedida se você tem pernas finas e combina com quase tudo.
São boas dicas investir em mini saia quando você é alta e baixinha, mas sempre entre o peso médio ao baixo. As gordinhas com as coxas unidas não ficam muito bem com esta modelagem. Tenha cuidado também ao escolher o modelo muito curto e acabar ficando vulgar.

O bacana da saia jeans curtinha é combinar com qualquer tipo de blusa. Com mangas, sem, gola alta para inovar um pouco, blusa ciganinha ou abertas no meio. Tomara que caia, com botões, costas nuas… vale tudo! O calçado também não pede muita exigência e todos valem. O tênis pode ser para as blusas mais causais. Já com blusas sociais é indicado usar um salto alto. Ao estilo punk, vá de bota cano alto ou médico e vai ficar bem legal.

2 – Short saia jeans

Na parte da frente será uma saia e atrás é um short comum. A vantagem do modelo é ficar com os dois: o feminismo da saia e o bom comportamento do short. Pode sentar a vontade que não vai aparecer nada. Parece bobagem, mas muitas mulheres sentem dificuldade ao sentar com saias curtinhas e ter que cruzar as pernas sempre. Os movimentos, mesmo para as mais elegantes, ficam limitados. Com a saia short não tem problemas.

Também pode ser usada com todos os tipos de blusas sem qualquer problema. Por ser uma saia mais informal, não é indicado usar para alguns tipos de eventos.

3 – Saia jeans com aplicação em renda

Esse modelo é uma sobreposição, como uma aplicação em arte e fica bem bacana. Como tem a renda, não dá para ir com blusas mais despojadas e com muito colorido.

Renda sobre renda fica legal, então blusa de renda com este tipo de short vai bem. Se a renda for preta, blusas claras combinam melhor e o bom e velho tom sobre tom: blusa preta com short jeans com renda com aplicação preta. Sempre funciona. Prefira sapatos mais nobres e fuja do tênis e bota cano alto.

4 – Saia jeans com listras

Inove nesta peça que nunca sai de moda e use um pouco de versatilidade. As listras verticais são mais indicadas para as gordinhas e podem ter lavagem colorida ou o bom e velho jeans tradicional com listras alternadas entre claras e escuras. É muito bacana para o dia a dia, tanto a mais comprida como a mini saia.

Com listras, cuidado com o que usa em cima. As blusas lisas são mais indicadas. Listras horizontais não combinam com blusas verticais. Blusas de renda, apenas se elas tiverem poucos detalhes. Não exagere no look para não pecar pelo excesso.

5 – Saia jeans colorida

saia-jeans-colorida

Com saia colorida, mude nas cores e monte um look romântico com short rosa e blusa branca; já com com vermelho e blusa preta você será a mulher fatal, dentre outros estilos. Ouse e se sinta bem, e vai acertar no visual.

6- Saia jeans rodada

A saia jeans rodada remete ao visual mais jovem, descontraído que rende ótimos looks para diversas situações. Esse modelo favorece as meninas com o formato de corpo ‘Triângulo invertido’ com os ombros mais largos do que o quadril e se o jeans for mais molinho e tiver um cós mais largo também dá certo para o corpo ‘Oval’ e ‘Retângulo’.

Esse tipo de saia fica bom com t-shirt podrinhas, com camisa jeans, camisas de tecidos leves, com regatinhas, blusinhas flaneladas, tricozinho, com detalhes em renda, estampas… Nós pés podem ser usados, tênis (estilo All Star ou Keds) sapatilhas, rasteiras, sandálias, botinhas, scarpin…

7- Saia lápis jeans

Para um look mais elegante, opte pela saia lápis jeans (aquelas mais retas e compridas). Como ela marca um pouco mais a silhueta o indicado é que você usar salto; sapatilha, tênis e rasteira já é um pouco arriscado, costuma dar mais certo com modelos mais curtinhos.

Esse tipo de saia é uma ótima opção para looks de trabalho, combine com camisas de tecidos leves, com caimento, camisa jeans também dá super certo, blusinhas de tecidos nobres e até t-shirt. Existem vários modelos, mas se você não quiser errar, escolha o jeans escuro.

8- Saia jeans de bico

Se você quer fugir do look sexy, aposte em blusas mais soltinhas e básicas, como as t-shirts, as camisas de seda e até regatinhas de algodão. Nos pés, use tênis para completar um look despojado, sapatilha para um visual romântico e rasteirinhas, para quem ama o estilo boho chic.
Blusas soltinhas

As blusas soltinhas são, com certeza, as mais frescas, confortáveis e combinam muito bem com todos os tipos de saias jeans que citamos.

Desde t-shirts e regatas, a blusinhas estilo cigana, gola V, gola canoa, camisas frescas, até casacos e blazers mais soltinhos, está tudo valendo.

Esse tipo de blusa também é a ideal para disfarçar a barriga. E não precisa ser só tecido leve, pode até ser de um tecido mais pesado, como moletom. As estampas estão liberadas, desde que não sejam miudinhas ou grande demais.

Dicas

– camisas deixam o look mais social para aquele evento importante;
– jeans com jeans está em alta;
– para um look rápido do cotidiano é só jogar uma t-shirt básica (branca ou colorida) com sapatilha, maxi bag e pronto!
– salto alto é sempre uma boa pedida, seja em sandália ou scarpin, mas se você não gosta de salto ou vai fazer algo mais tranquilo pode abusar das rasteirinhas;
– para combinar ainda mais com o clima quente, abuse de cores vibrantes e alegres para dar ainda mais energia e disposição;
– nos acessórios de verão, maxi-colares ou aqueles mais delicadinhos para um look mais romântico;
– maxi bolsas estão sempre em alta, mas as bolsas carteiras também ficam legal.

O que vale é a máxima: use o bom senso e se sinta bem com o que veste!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até mais!

Olá leitores,

O short é uma peça bem democrática e que pode ser usado durante o ano todo, e em várias ocasiões. Mas e o sapato? Sempre ficamos na dúvida sobre qual sapato usar com shorts. Para cada ocasião há calçados específicos, pois dependendo do evento e do estilo da produção ele deve também acompanhar o mesmo padrão.

Hoje em dia os shorts jeans estão tão diferentes e modernos que a maioria das mulheres já aderiu a esta peça que fica bem com diversos tipos de looks. Eles combinam com tênis, rasteirinhas, oxford, sapatilhas, botas, peep toes, anabela e tudo dependerá da blusa e do local que você for usá-lo. É só escolher o modelo certo e fazer combinações bem bonitas.

O que acontece é que não existe uma regra em relação aos sapatos para serem usados com shorts, com exceção daqueles mais sociais típicos de recepções e casamentos. São apenas recomendações. Agora veja as dicas para outras ocasiões.

Dia

No dia a dia as mulheres devem optar por shorts mais descolados, como os modelos em jeans ou divertidos, como os coloridos e os estampados, e combiná-los com sapatos também informais, como sapatilhas, rasteirinhas, chinelinhos, mocassins, oxfords, sandálias com salto médio, tênis, summer boots ou coturnos.

Noite

Para sair à noite, em baladas ou festas de amigos, prefira os shorts, mesmo que forem jeans, mais elegantes, de cores sóbrias, e coordene-os com sapatos de salto alto, como as open boots, scarpins, peep toes, meia-pata, botas e sandálias.

Informal

Se você está com o corpo em plena forma física você pode optar pelos shorts mais curtos, mas lembre-se, quanto mais curto o short mais informal ficará o look. E prefira blusas mais larguinhas, compridas e mais comportadas para usar com shorts curtíssimos. A sandália pode ser mais alta, mas com preferência para as plataformas.

Arrumadinha

Já para montar produções mais arrumadinhas, invista em shorts mais compridinhos ou até mesmo em bermudas e acrescente blusas sofisticadas, camisas ou casacos e blazer. E arremate o look com sapatos clássicos.

Dicas para outros tipos de shorts

– Os modelos de shorts em modelagens mais clássicas ficam bem com rasteirinhas e com sandálias casuais de salto alto.
– Os shorts bem curtinhos ideais para as mulheres mais jovens e magras vão bem com rasteirinhas e sandálias baixinhas.
– Os de modelagem mais largas e em jeans ficam bem também quando usados com meias e botinhas.

Bom… As possibilidades de sapatos que combinam com shorts são infinitas e você só terá que ter bom senso na hora de escolher um modelo que tenha a ver com o seu tipo físico e com seu estilo.

Do restante é compor um visual bem bonito para diversas ocasiões e curtir esta peça que fica linda em todas as estações do ano.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Boa sorte!

Olá leitores,

Calça jeans… Difícil achar quem não use.
Hoje em dia existem tantos modelos e tamanhos, com lavagens diferentes, ou bordados, mais curtas, mais largas, enfim, fica até difícil de escolher.

Para ajudar quem não está ligado nessas diferenças e escolher o melhor modelo para o corpo de cada um, vamos explicar quais são as modelagens existentes para a calça jeans.

– Tradicional: cintura no lugar e pernas de corte afunilado. Já foi chamada de five pockets (cinco bolsos), três na frente e dois atrás, uma referência à pioneira 501 americana da Levi’s. Por seu corte acompanhar as linhas do corpo, costuma vestir bem a maioria das pessoas.

– Antifit: modelagem da 501, o primeiro modelo da Levi’s. Tem botões ou zíper, adaptada a silhueta do consumidor, com cintura baixa, quadril desestruturado e corte reto nas pernas. Como o nome diz, não é um jeans de caimento perfeito; fica com pequenas sobras no quadril e cavalo. Tem, como pontos a favor, o conforto e o estilo.

– Bootcut (corte para botas): uma variação do antifit, tem a perna um pouco mais larga do joelho para baixo, para facilitar o uso de botas para dentro da calça.

– Semibaggy: cintura no lugar, quadril largo e corte da perna ligeiramente afunilado.

– Tight Fit ou Slim Fit (caimento justo, apertado): com cintura baixa, tipo saint-tropez, marca bem os quadris e tem as pernas justas, com corte afunilado ou reto.

– Cigarrete: modelagem ajustada ao contorno do corpo, pernas justas e cintura baixa. Algumas versões usam a mistura de jeans com lycra. O resultado é uma calça ainda mais agarrada.

– Oversized (tamanho exagerado) : é o jeans bem folgado. Suas formas amplas não favorecem as mais baixas (achatam a silhueta) nem as gordinhas (parecem ainda maiores). Base extra dimensionada de cintura larga, quadril desestruturado e pernas amplas.

– Skinny: modelagem bem justa, principalmente abaixo do joelho. Parecida com a legging, porém de tecido jeans.

Modelo escolhido, é hora de dar uma olhada nos diferentes tipos de lavagem dos jeans (que seria o tom do azul, claro, escuro, desbotado, etc). Vamos a eles:

– Índigo (tradicional): Esse é o tingimento mais básico e clássico do jeans, o típico azulão que todos conhecem. A tinta azul índigo antigamente era retirada das folhas da planta Indigofera tinctoria (Anil), mas atualmente é produzida de maneira sintética.

– Délavé: O jeans délavé é bem claro, desbotado, obtido de maneira artificial, com descolorantes químicos.

– Blue jeans: Essa tonalidade média de azul vivo é conseguida pelo processo de tingimento mais curto, em chambray ou brim (denim) leve.

– Dark índigo: Esse é o jeans índigo bem escuro, praticamente azul marinho. O efeito é dado a partir do duplo tingimento da peça.

– White jeans: o jeans é descolorido de maneira tão intensa ao ponto de ficar quase branco. A tonalidade bem clara, mas não totalmente sem cor, é perfeita para quem gosta de branco mas tem dificuldade de manter as peças sempre bem conservadas e com aparência de limpas. Ou seja: suja menos que o branco.

– Black jeans: O black jeans, mais agressivo, é o queridinho dos roqueiros (e de qualquer um que aprecie a versatilidade do preto).

– Gray jeans: tonalidade mais clara e desbotada.

– Dirty washed: O jeans dirty têm a aparência proposital de encardido. A ele são aplicados efeitos que imitam sujeira (barro e poeira).

– Acid wash: São aplicados produtos químicos para manchar o jeans em determinadas áreas, gerando um visual marmorizado.

– Estampa a laser: Utiliza-se laser para queimar o corante do tecido, de maneira computadorizada formando desenhos diversos como flores, estrelas, geométricos, etc.

– “Paint-Splatter” jeans: jeans com respingos de tinta (geralmente branca) feitos por máquina.

– Jeans resinado: Chamadas de waxed-jeans (ou de leather jeans), essas peças recebem um acabamento resinado que lhes confere a aparência de couro.

– Dip-dye: jeans com as cores em degradê. Pode ser branqueado ou tingido parcialmente.

– Distressed: jeans com cara de detonado. É muito comum aplicar ao jeans técnicas para simular o desgaste excessivo, usando lixas, pedras, jatos de areia, enzimas e outros componentes abrasivos.

– Jeans metalizado: aplica-se corante metalizado.

Os tamanhos, tipos e opções são inúmeras. O difícil agora vai ser escolher qual o melhor.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Olá pessoal!

Verão bombando e muuuito calor, o melhor mesmo é usar pouca roupa. É vestido pra lá, saia pra cá e principalmente muito short. E nada melhor que um short jeans, que combina com tudo, para usar e abusar nas altas temperaturas.

Provavelmente, todo guarda-roupa tem pelo menos um shorts jeans. Assim como as calças, eles também podem ser usados no dia-a-dia e em produções que vão desde a praia até para sair à noite. Sabendo coordenar a peça, esse  item é garantido para todos os estilos.

A versatilidade do short jeans é enorme, ainda mais agora, que existem diversos modelos à disposição: jeans claro, escuro, acidwashed, rasgado, com tachas, dobrado na barra, com franjas, com bolsos aparentes, mais curto, mais comprido, de cintura alta, de cintura baixa, boyfriend, mais justo, com milhões de detalhes. É só escolher o estilo que mais te agrada.

Quase todo tipo de complementos vai bem com o short jeans: ombreiras, camisetas de banda, jaqueta militar, cardigã, renda, listras, camisas variadas, blazer e muito mais.

Fonte: Consciência Jeans
Fonte: Consciência Jeans

Veja algumas opções de looks para usar shorts jeans, que colocamos abaixo:

  • Shorts jeans + regata = look mais democrático, para ocasiões mais casuais;
  • Shorts jeans + peças de tecidos mais finos e com brilhos (desde que sejam de mangas e de gola mais fechadas) = look para momentos que pedem roupas mais elaboradas;
  • Short jeans + suéter (ou tricô, ou casaco), meia calça e bota podem = look ideal para o inverno;
  • Short jeans + blusa estampada, estilo animal print e maxi bolsa = look estiloso;
  • Short jeans + camiseta, blazer e maxi colar = look para todos os momentos;
  • Short jeans + moletom e sneakers = para um momento mais esporte;
  • Short jeans + camiseta e casaquinho de couro = visual com ar de “rebelde”;
  • Short jeans + maxi camiseta = look com ar mais “largadinho”;
  • Short jeans + maxi cardigan = look para meia estação, confortável;
  • Short jeans + camisa, cinto e salto alto = produção mais arrumada;
  • Short jeans claro + camisa jeans escuro = visual moderno que requer cuidado ;
  • Short jeans + bata soltinha = momento conforto sem perder a elegância;
  • Short jeans + camisa branca e acessórios coloridos = produção básica e estilosa o mesmo tempo;
  • Short jeans + camiseta de banda = look fashion.

Como sempre, tudo depende do seu estilo e do que você se sente bem usando. Como o short jeans é super versátil, use sua criatividade e faça seu próprio look.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até!

Olá leitores,

Quase unanimidade, a calça jeans é uma das peças favoritas da moda e do nosso guarda-roupa. Mas o material, apesar de bastante democrático, não se encaixa em qualquer ambiente de trabalho. Algumas empresas permitem o jeans, mas é preciso lembrar que isto não é abertura para manter o visual desleixado.

Jeans é sinônimo de informalidade e sempre deixa o look mais casual. No entanto, existem algumas formas de usar jeans com um ar mais elegante, porém sem exageros. Sabe aqueles momentos que são informais, mas nem tanto? Aqueles cargos em que podemos estar mais casuais, mas ainda assim requerem que tenhamos uma imagem profissional séria? A dica é sofisticar as produções com jeans para fazer bonito nos escritórios.

O que acontece é que, dependendo do ramo e da profissão, dá sim para usar de um jeito mais sofisticado. Para estas ocasiões, o caminho é escolher peças mais sérias, elegantes e com um pouco de stretch para mais conforto. Os jeans mais escuros e com pouca lavagem dão um ar mais arrumado e podem ser usados no trabalho.

Veja as dicas para alguns modelos:

Jeans flare e reto
Esses são os melhores modelos de calça jeans para trabalhar, pois são um pouco mais largas e não marcam tanto o corpo. São os mais clássicos, te deixam mais elegante e apresentável. Importante: se for uma lavagem escura, ficam mais chique ainda. E nada de cinturas muito baixas. Use com blusas ou camisas de tecidos finos, evitando estampas muito chamativas ou transparências.

Jeans skinny
Vale apenas para mulheres. É prático, mas um pouco perigoso, pois dependendo da produção, pode ficar sensual, e isso não é bom para trabalhar. A especialista em moda Glória Kalil dá a dica: “O blazer com camisa e jeans skinny é um trio que gosta de andar junto na moda e que oferece diversas maneiras de entrar no escritório”. Só tente não escolher um skinny muito apertado. O blazer também possui um detalhe importante: prefira modelos que cubram o bumbum, pois revelam menos e não quebram o tom sério do trabalho. Para acompanhar o skinny jeans: sapatos fechados, camisas/blusas mais folgadinhas, bolsas grandes e nada de decote.

Jeans boyfriend ou destroyed
Evite usar no trabalho. Esses modelos são modernos e fashion, mas calça jeans rasgada ou de modelagem pouco tradicional não ajuda a construir uma imagem adequada no ambiente corporativo. Mas, dependendo da sua empresa/profissão/cargo, podem ser uma boa pedida para uma casual friday. Avalie essa possibilidade.

Agora algumas dicas mais gerais, que levam em conta as combinações:

1) O jeans já é informal pelo próprio material, então não tem porque deixar a roupa mais descontraída ainda com rasgos, tachas, strass e coisas do tipo, ou seja, evite esses detalhes chamativos. Assim como, a cintura baixa também é proibida no escritório.

2) Blazer: um dos jeitos mais fáceis de deixar o jeans com cara de trabalho é colocar um blazer mais estruturado, de preferência (mas não necessariamente) de cores neutras.

3) Cropped Jacket: são aqueles casaquinhos mais curtinhos, na maioria com mangas até o cotovelo. Eles vão bem para dias nem muito frios, nem muito quentes, e deixam o look mais arrumadinho.

4) Cardigans com texturas: os cardigans fazem par perfeito com camiseta branca e jeans. A dica é que, depois do trabalho é só tirar o casaquinho, colocar alguns colares a mais e ir pro happy hour.

5) Casacos de couro: só não vale aqueles mais pesados, estilo motoqueiro. Escolha modelos mais estruturados, modernos e não tão chamativos.

6) Camisa: de algodão ou de seda (mais chique) são itens “formalizadores” de look instantâneos.

7) Blusa para dentro: deixa o visual mais sério e formal.

8) Monocromático: calça jeans com lavagem escura e camisa na mesma cor. Vai parecer que você está de terninho.

9) Suéteres e túnicas: dependendo do modelos, são boas opções para escritório.

10) Evite usar jeans com tênis e camiseta. Por mais que estejam na moda, tênis e t-shirts devem ser evitados em ambientes de trabalho em geral.

11) Os acessórios devem manter a sobriedade das peças escolhidas: evitando cores muito chamativas da moda ou sapatos muito abertos.

Se você quer usar jeans no trabalho, lembre-se que o importante é não manter o foco da sua produção no jeans. Desta forma, ele se harmoniza com as outras peças e compõe um look mais formal e confortável.

E mais: tudo depende da empresa, e do cargo que exerce. O que vale para um designer gráfico ou um jornalista, com certeza não vale para uma contadora ou uma secretária executiva. Certo?

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até a próxima!

Olá!

Será que os homens são tão aficionados em sapatos como as mulheres? Talvez não, mas também não são desleixados e dão importância sim a essa peça chave do vestuário. De nada adianta vestir a roupa certa se o sapato escolhido não tem nada a ver com o look e a ocasião. Existem diversos modelos de calçados masculinos disponíveis, e praticamente todos eles podem ser usados com jeans, já que jeans “vai com tudo”.

Conheça os tipos de sapato e escolha o que mais combina com você e seu estilo.

Sapato Oxford
Foi o primeiro sapato amarrado com cadarços e introduzido na Inglaterra em 1640 entre os estudantes da Universidade de Oxford. Podem ser de couro ou de camurça, geralmente seu bico é mais afinado e longo e com uma costura separando a ponta do resto do calçado. Eles são mais formais e podem ser usados com ternos em ocasiões como casamentos. Para usar com jeans, depende do seu estilo.

Sapato Derby
É derivado do Oxford, mas surgido no século XIX. É um sapato de cadarços e pode ser de bico mais quadrado, sem a divisória na ponta do sapato. Outra diferença está na parte onde estão os furos do cadarço: eles estão situados em abas laterais, costuradas sobre o corpo do calçado. É menos formal que o modelo Oxford, podendo ser usado com costume, blazer e calça sem gravata. Depende do modelo, pode ser usado com jeans.

Sapato Monk
É um sapato derivado dos sapatos dos Monges usados desde o século XV, com a versão contemporânea surgida nos anos 30. Em termos de formalidade, ele está entre o Oxford e o Derby. É um sapato sem cadarços, reconhecido pela fivela de metal lateral na parte superior do sapato. Combina com ternos e trajes sociais.

Sapato Brogue
Não é bem um tipo de sapato, mas um enfeite que pode estar presente em outros modelos, como Oxford. São os perfurados decorativos que formam desenhos nos sapatos. Dependendo do seu estilo, pode até ser usado com jeans.

Sapato Mocassim
Mocassim é o nome dado aos sapatos de couro costurados a mão com pontos largos ao redor do peito do pé e sobre os dedos. Em 1953, a Gucci projetou a moda dos mocassins com o lançamento de um modelo com fivela de metal e uma faixa verde e vermelha, que foi copiado no mundo inteiro. É um sapato confortável, conhecido por sua flexibilidade e presença de bolinhas de borracha no solado para evitar que o sapato escorregue. É casual e esportivo que fica bem com bermudas e calça jeans. Não combina com meias.

Sapato Dock side ou Boat Shoe
É uma variação náutica do mocassim que ganhou as ruas nos anos 80, uma característica curiosa é o cadarço, geralmente em couro, que passa por ilhoses nas laterais do sapato, de um lado até o outro. Mais um modelo extremamente casual que pede roupas leves e não deve ser usado com meias. Pode ser usado com jeans mais leves.

Sapato Driver
Mais uma vez o mocassim foi modificado para um propósito específico: este calçado tem a sola em gomos que dão aderência e conforto na hora de dirigir, daí o nome que lhe foi dado. Fica bem com bermudas e calça jeans

Sapato Loafer
É um sapato fechado, sem cadarço e sem fivela, que se distingue por uma faixa de couro com um desenho vazado na área superior do peito do pé. Na década de 50 se tornou popular entre os universitários norte-americanos. Ele vai bem com calça jeans combinada com camisa pólo.

Sapato Side Gore
Uma adaptação do Loafer que tem duas tiras de elástico em suas laterais e pode ser usado com blazer e calça em duas versões mais sofisticadas ou com jeans quando tem aparência mais casual.

Sapatênis
É um sapato híbrido, não tão esportivo como o tênis, nem tão formal quanto os sapatos. Prefira sapatênis com menos detalhes esportivos (como faixas coloridas ou grandes cadarços), mais discretos. Podem ser usados em situações casuais, com bermudas ou calça jeans.

Tênis
Clássico da moda informal. Podem ser usados com calça jeans, desde que não sejam aqueles modelos com solados maiores ou específicos para esportes. Prefira os tênis mais casuais, que dão um visual mais despojado, sem parecer desleixado.

Botas
Prefira modelos sem muitos detalhes. Podem ser usadas com a calça jeans por cima do cano da bota ou não (depende do seu estilo). Outra opção é dobrar a barra da calça para um visual mais moderno.

Coturnos
São as botas com cano mais alto e cadarço, lembrando o coturno militar mesmo. Valem as mesmas regras da bota. Combinam muito com calça jeans.

Dicas

Já sabe qual modelo de sapato vai querer? Então aqui vão algumas dicas na hora de escolher e conservar seu calçado:

1. Além do fator estilo, você deve levar em consideração o conforto. Experimente os dois pés do sapato, ande pela loja e fique algum tempo com eles nos pés. Cerca de 90% das pessoas têm um pé maior que o outro. Sapatos não “laceiam” no comprimento. No máximo, adaptam-se à largura do seu pé.

2. Prefira sapatos de solado de couro aos de solado de borracha, por mais fiéis aos de couro que estes modelos possam parecer. Além de mais elegantes, solados de couro duram bem mais, se guardados adequadamente.

3. A escolha do modelo de sapato pode ser influenciada pela altura do seu pé. Se as duas carreiras de orifícios não ficaram paralelas ou estão sobrepostas, é sinal de que o sapato não é o adequado para você.

4. O ideal é que exista uma distância mais ou menos da largura de um lápis do dedo até a frente do sapato, para evitar desconforto. Sapatos de bico fino e forma mais alongada podem ficar com o bico um pouco levantado.

5. Não utilize seu sapato de couro dois dias seguidos. Para mantê-lo em forma, o ideal é investir em dois modelos e alterná-los. Na hora de guardá-los, conte com uma fôrma especial de madeira, que absorve a umidade interna do sapato e evita que o couro fique marcado, além de manter um aspecto de novo. Pode ser adquirida em lojas especializadas em artigos para sapatos.

6. Vai engraxar? Esqueça as graxas tradicionais, que proporcionam um brilho temporário ao couro, mas ressecam o material a longo prazo. No dia-a-dia, prefira uma flanela úmida para tirar o pó e, de tempos em tempos, um produto hidratante específico para sapatos.

7. Na hora de escolher sapatos coloridos, esfregue o dedo no material e veja a solidez da cor. A camurça geralmente libera tinta e pode sujar meias e manchar outras roupas.

8. Se optar por detalhes metálicos nos sapatos, escolha os prateados e foscos para manter a discrição e elegância.

Pronto. Dicas anotadas? Então agora escolha seu jeans, escolha o sapato que mais te agrade e se sinta bem com isso. Na verdade, você não precisa estar sempre “na moda”. O importante é você gostar do seu visual!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até mais!

Olá pessoal!

Todo mundo já deve estar cansado de saber que jeans nunca sai de moda. E agora para o verão, não tem opção melhor para os homens do que a bermuda jeans.

As peças estão cada vez mais bacanas e usáveis em quase todos os ambientes informais. São inúmeras combinações possíveis, dos mais formais que apostam em lavagens discretas e comprimento nos joelhos, aos moderninhos e antenados que possuem uma infinidade de lavagens, desgastes e acabamentos á disposição.

Para 2015, as bermudas masculinas acima do joelho continuam em alta. Para isso, existe a opção de dar a dobradinha na barra. Isso deixa a bermuda ou pouco mais curta e ajustada a perna, deixando o visual mais chic e atualizado. Outra dica bacana é apostar em bermudas com modelagem mais fit, ou seja, mais junta ao corpo (não tão larga).

Vale lembrar: homens de coxas grandes reclamam de bermudas jeans por elas marcarem mais o quadril deixando-o visivelmente mais largo. Neste caso, procure uma bermuda jeans de lavagem escura com corte reto que não ultrapasse a linha dos joelhos.

Modelos de bermuda jeans

1- Um primeiro modelo de bermuda masculina é a bermuda jeans com um pano um pouco mais mole do que dos jeans normais existentes no mercado. Este estilo de bermuda tem o seu comprimento um pouco abaixo do joelho, possuindo dois bolsos, cada um em uma das laterais da bermuda. Este é um dos modelos de bermudas jeans masculinas mais confortáveis para serem adquiridos, inclusive pela sensação de frescor que ela traz.

2- Um estilo mais pesado e rústico de bermuda jeans masculina é o tradicional, que vem repleto de bolsos, tanto nas laterais, na parte de trás, como um pouco acima das coxas. Este modelo é ótimo para ser utilizado com tênis all star e sapatênis, sendo que ainda é possível usar com cintos e camisas brancas sociais, dando um look mais despojado ao visual.

3- Um modelo de bermuda que possui o seu comprimento exatamente na linha do joelho é a desfocada ou mesclada de cor, na qual há o contraste de uma cor mais fraca na parte da frente. O jeans desta bermuda se equilibra entre o pano fino e grosso, sendo uma opção de fácil passagem.

4- Um modelo mais social de bermuda é aquela que possui o seu comprimento até quatro dedos abaixo do joelho, sendo que o jeans que a reveste é diferente, se assemelhando a uma bermuda social de pano leve. O jeans dessa bermuda é bastante interessante justamente pelo fato de as listas existentes trazem a impressão de que a bermuda é de um material mole, sendo que é revestida de jeans. Os cintos combinam perfeitamente com este estilo de bermuda.

5- Outro estilo de bermuda é aquela com um jeans bastante pesado, sendo uma das masculinas mais compridas do mercado, além de que possui a vantagem de poder ser dobrada na barra, trazendo um look ainda mais despojado. É uma bermuda de cintura alta, sendo que a barra superior que serve de base para o passamento do cinto é bastante marcante e espessa, sendo uma excelente opção de bermuda para lugares como ranchos e praias.

Combinações

O bom da bermuda jeans é que ela é uma peça muito versátil, com camiseta, regata, camisa, moletom, blazer, jaqueta, tênis, coturno, alpargata, chinelo, enfim, vai com praticamente tudo.

Outros tipos de bermuda

Bermuda Chino
Chino é a bermuda que acompanha o formato das calças, e pode ser usada com a barra dobrada. Ela possui uma silhueta mais larga, mais caída, não marca muito o corpo e é bem confortável. É fácil identificar: olhe os bolsos, se eles forem retos, são chinos e se forem arredondados, são jeans.

Bermuda Alfaiataria
Bermudas com corte clássico, caimento seco e feita com tecidos simples e frescos como o linho e o algodão.

Baggy Shorts
São bermudas masculinas mais soltas e abaixo do joelho.

Bermuda Cropped
São mais curtas, na altura do meio da coxa.

Escolha seu modelo e aproveite o verão, sempre na moda!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até mais!

Olá!

Você está querendo renovar algumas peças do seu guarda-roupa mas está sem grana? Então que tal pegar aquele seu short jeans velhinho e customizar? Ele vai ficar com cara de novo!

A dica para o verão é usar cores mais claras e alegres, então se o seu short tem um tom mais escuro, tente clarear, desbotando mesmo.

A blogueira e designer Adrielly (do blog Pequenina Vanilla) declarou que o melhor jeito é criar um efeito ombré (como um degradê). Ela só precisou de água sanitária e uma bacia ou balde.

Como clarear

Despeje uma boa quantidade de água sanitária pura na área que quer clarear, de forma que o excesso de líquido caia dentro da bacia. Adicione um pouco de água limpa na bacia e deixe o jeans mergulhado (com a parte do cós para fora da bacia) por umas 24h (mas é bom você ficar de olho na bacia para não correr o risco de passar do ponto). Depois, é só enxaguar e colocar pra secar.

Como fazer rasgos no short

Com o jeans seco, Adrielly cortou a barra na altura desejada e desfiou as beiradas com a ajuda de uma pinça. Não tem segredo, basta ir puxando que as “franjinhas” começam a aparecer. A sugestão é manter uma das costuras da barra para “segurar” o desfiado e o shorts não se desintegrar com o tempo.

Para fazer aqueles rasgos com um monte de linhas brancas horizontais é só fazer dois cortes horizontais paralelos. Feito isso, você precisa puxar as linhas azuis que estão na vertical também com a ajuda da pinça. Você vai ver que as linhas se soltam facilmente, não precisa de força, apenas paciência para retirar todas. Para dar um acabamento mais interessante, desfie também as beiradas dos cortes para que não fique aquele rasgo reto e sem graça.

Outra dica é fazer esses rasgos horizontais com um estilete e deixar bem desfiado. Aí você põe pra lavar na máquina, que ela já desgasta o tecido sozinha.

Mais sugestões para aplicar nos shorts jeans

– Tachinhas (os spikes)
– Tecidos com outras estampas
– Rendas
– Pérolas
– Pintar de outras cores

Aproveite que o verão está aí e dê uma repaginada naquele shortinho abandonado!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Você usa jeans todo dia, mas já parou para pensar como eles são feitos?

O jeans é produzido em todo o mundo, mas a maioria dos consumidores de brim é da Ásia ou América do sul. Já as Filipinas, China e Honduras são produtoras de jeans. Algumas marcas de grife podem ser produzidas domesticamente na Europa, mas estas normalmente estabelecem altos preços para cobrir custos de trabalho elevados. O jeans é feito tanto à mão como na máquina, com grandes fábricas sendo capazes de produzir 2500 peças por dia, de acordo com a Jeans Info.

Pré-produção e corte

Para começar, o jeans é desenhado para um certo tipo de brim, com um modelo criado especialmente para esta variedade têxtil. Um brim esticado precisará de um tipo de produção diferente da do brim não-esticado, por isso modelos precisam ser específicos para a fábrica conseguir a forma desejada.

Depois que os modelos são produzidos para fazer uma gama inteira de tamanhos, eles vão para a parte do corte. Uma vez que o modelo é colocado no brim, as diversas camadas de tecido são cortadas para formarem as partes das pernas, dos bolsos, do cós e da cintura. As partes são empacotadas juntas por componente, com mais de 100 camadas de cortes já prontas.

A costura e o acabamento

O jeans vai para as máquinas de costura, onde é costurado por trabalhadores em máquinas industriais incrivelmente rápidas. Uma máquina destas pode costurar milhares de pontos por segundo, por isso estes trabalhadores devem ser habilidosos para evitar ferimentos quando estão com pressa.

De acordo com a Jeans Info, um trabalhador mediano consegue terminar um jeans em 15 minutos. Em seguida, as roupas costuradas são lavadas em máquinas industriais e processadas para receberem a cor. Este processo pode ser de branqueamento, tingimento ou lavagem de pedra, assim como outros tipos de embelezamento. Quando esta fase está completa, trabalhadores costuram as etiquetas e terminam o processo embalando o vestuário pronto num saco plástico.

Em seguida, eles são distribuídos para mercados do mundo todo e aí sim chegam as lojas para o consumidor final.

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.