São tantas possibilidades de calças jeans que dá para ficar perdida. Confira aqui algumas dicas para isso não acontecer.

Olá, garotas!

Vocês já pararam para pensar na quantidade de modelos de calças jeans que existe hoje em dia?

São tantos tipos de calça jeans feminina, tamanhos, cores, lavagens, curtas, compridas, com detalhes, aplicações, que dá para ficar bem perdida na hora de escolher.

Se você não sabe quais são essas diferenças, dê uma olhada abaixo na nossa lista de modelagens existentes para a calça jeans e alguns truques para usar cada um.

20 truques para usar calça jeans feminina

Modelos

Jeans reto tradicional: com cintura média e pernas levemente afuniladas. Por seu corte acompanhar as linhas do corpo, costuma vestir bem a maioria das pessoas, ou seja, as combinações são fáceis de fazer. Abuse!

Jeans skinny: modelagem justa, principalmente abaixo do joelho. Parecida com a legging, porém de tecido jeans. Dê preferência a blusas mais compridas e soltas quando for montar o visual.

Jeans slim fit: caimento bem apertado, com cintura baixa, marca bem os quadris e tem as pernas justas, com corte afunilado ou reto. Boa para botas de cano alto e trench coat.

Jeans antifit: modelagem da 501, o primeiro modelo da Levi’s. Tem botões ou zíper, adaptada a silhueta, com cintura baixa, quadril desestruturado e corte reto nas pernas. Apesar de confortável e estilosa, esse não é um jeans de caimento perfeito; fica com pequenas sobras no quadril e cavalo. Por isso, combine com blusas mais femininas e acinturadas para equilibrar o visual.

Jeans hot pants: são as calças jeans cintura alta, podendo ser reta ou flare na parte de baixo. Use com top cropped ou camisa por dentro da calça. Fica lindo.

dicas-para-usar-calca-jeans
Fonte: Consciência Jeans

Jeans flare: justa do quadril até o joelho, depois abre em formato de sino. Combine com t-shirt para um visual mais despojado e com camisa ou blazer para um look chique.

Jeans oversized (tamanho exagerado): é o jeans bem folgado. Suas formas amplas não favorecem as mais baixas (achatam a silhueta) nem as gordinhas (parecem ainda maiores). Base extra dimensionada de cintura larga, quadril desestruturado e pernas amplas. Use com outras peças mais femininas e salto para dar equilíbrio ao look.

Jeans bootcut: tem a perna um pouco mais larga do joelho para baixo, para facilitar o uso de botas para dentro da calça, então aproveite para se jogar nas botas com esse modelo. Par perfeito com blazer.

Cigarrete: comprimento mais curto (no tornozelo), modelagem ajustada ao contorno do corpo, cintura baixa. O look com t-shirt, blusa floral ou camisete e sapatilha, é uma boa pedida.

Semibaggy: cintura média, quadril largo e corte da perna ligeiramente afunilado. Fica bem também com botas, t-shirts e cintos.

dicas-para-usar-calca-jeans
Fonte: Reprodução Instagram

Lavagens

Índigo (tradicional): esse é o tingimento mais básico e clássico do jeans. Combina com tudo, sem exceção.

Blue jeans: essa tonalidade média de azul vivo é conseguida pelo processo de tingimento mais curto, em chambray ou brim (denim) leve. Você pode criar um look com peças de outras cores fortes ou estampadas.

White jeans: o jeans é descolorido de maneira tão intensa ao ponto de ficar quase branco e o lado bom é que suja menos que o branco. Camisa preta, blusas estampadas e sapato colorido formam ótimas combinações.

Gray jeans: tonalidade mais clara e desbotada, de cor cinza. A dica é um visual monocromático, com camisa cinza e um cinto de outra cor.

Dark índigo: esse é o jeans índigo bem escuro, praticamente azul marinho. O efeito é dado a partir do duplo tingimento da peça. Fica linda com camisa branca e é o modelo ideal para criar um look de balada com jeans.

Black jeans: o black jeans é o queridinho dos roqueiros, mas pode ser usado por todas as pessoas, já que o preto é uma cor clássica e pode fazer inúmeras combinações.

Jeans resinado: essas peças recebem um acabamento resinado que lhes confere a aparência de couro. A dica é uma camisa com transparência discreta para o dia e com brilho para a noite. Experimente.

Dirty washed: o jeans dirty têm a aparência proposital de encardido. A ele são aplicados efeitos que imitam sujeira (barro e poeira). Por ser uma peça mais estilosa, combine com camisas mais neutras ou dobre a barra e invista num salto para mais feminilidade.

Dip-dye: jeans com as cores em degradê. Pode ser branqueado ou tingido parcialmente.Use com t-shirts e regatas para um visual bem verão.

Distressed: jeans com cara de detonado. É muito comum aplicar ao jeans técnicas para simular o desgaste excessivo, usando lixas, pedras, jatos de areia, enzimas e outros componentes abrasivos. Fica bem legal se for usado com outras peças mais “menininha” (acinturados, salto, colar) para que o visual não fique tão masculino.

Estampa a laser: utiliza-se laser para queimar o corante do tecido, de maneira computadorizada formando desenhos diversos como flores, estrelas, geométricos, etc. Cuidado para que o desenho não seja muito exagerado. Use com peças mais neutras para o visual não ficar com muita informação.

E agora, como escolher? Como fazer um look com jeans entre tantas opções? Dúvida boa. Se jogue nos jeans!

Você encontra várias peças de jeans moletom na loja Consciência Jeans. Visite a Loja de Jeans no Brás na Rua Mendes Junior, 395 ou na Rua Xavantes, 173 em São Paulo ou encontre um revendedor na sua cidade, veja aqui os locais.

Até a próxima!

Comentário

Comentários