David Latimer e seu jardim de garrafaDavid Latimer e seu jardim de garrafa. Clique na foto e veja a matéria original.

Ao olhar para essa massa de florescimento da vida vegetal que você pensa que  David Latimer é um gênio de dedos verdes. Verdade seja dita, no entanto, seu jardim garrafa – agora com quase 53 anos- não tem tomado muito do seu tempo. De fato, na última ocasião ele o regou Ted Heath era Primeiro-Ministro e Richard Nixon estava na Casa Branca. Durante os últimos 40 anos seu jardim está completamente isolado do mundo exterior. Mas a planta spiderworts ou Tradescantia, para dar as espécies vegetais a sua denominação científica em latim,  prosperou, enchendo sua garrafa/casa globular com uma folhagem saudável. Sr. Latimer, aos 80 anos, disse que a garrafa “fica próxima a uma janela para receber um pouco de luz solar. A vegetação  cresce em direção à luz, a garrafa é virada de vez em quando para que a vegetação cresça de maneira uniforme, é a definição de baixa manutenção. Eu nunca podo as plantas, elas parecem ter crescido para os limites da garrafa. ” O jardim garrafa criou seu próprio ecossistema em miniatura. Apesar de não  ter sido isolado do mundo exterior, porque ainda está absorvendo a luz que possibilita a  fotossíntese, o processo pelo qual as plantas convertem a luz solar em energia de que precisam para crescer. Assim como qualquer outra planta, o jardim do Sr. Latimers sobreviveu e prosperou com o ciclo da fotossíntese.

Como o jardim GARRAFA CRESCE : Jardins garrafa funcionam porque seu espaço fechado criam um ecossistema totalmente auto-suficiente em que as plantas podem sobreviver por meio de fotossíntese e da  reciclagem de nutrientes. A única entrada externa necessária para manter as plantas é a luz, já que isto dá-lhe a energia que necessita para criar a sua própria comida e continuar a crescer. A luz sobre as folhas da planta é absorvida pelas proteínas que contêm clorofila (um pigmento verde). Parte dessa energia de luz é armazenada sob a forma de trifosfato de adenosina (ATP), a molécula que armazena energia. O restante é usado para remover electrons a partir da água que é absorvida a partir do solo pelas raízes das plantas. Estes elétrons, então, tornam-se “livres” – e são usados ​​em reações químicas que convertem o dióxido de carbono em hidratos de carbono, liberando oxigênio. Este processo de fotossíntese é o oposto da respiração celular que ocorre em outros organismos, incluindo humanos, em que os hidratos de carbono que contêm a energia reagem com o oxigénio para produzir dióxido de carbono, água e energia química libertação. Mas o eco-sistema também usa a respiração celular para quebrar o material em decomposição derramado pela planta. Nesta parte do processo, as bactérias no interior do solo de jardim  garrafa absorve oxigênio da planta,  resíduos de dióxido de carbono são liberandos e a planta em crescimento pode reutilizar. E, claro, à noite, quando não há luz solar para conduzir a fotossíntese, a planta também irá utilizar a respiração celular para manter-se viva por quebrar os nutrientes armazenados.

Devido ao jardim garrafa ser um ambiente fechado, que significa o ciclo de água é também um processo de auto-contido. A água na garrafa  absorvida pelas raízes das plantas, é libertada para a atmosfera durante a transpiração, condensa-se na mistura de envasamento, onde o ciclo começa de novo. Fotossíntese cria oxigênio e também coloca mais umidade no ar. A umidade se acumula no interior da garrafa e cria “chuvas” de volta para a planta. As folhas caem, na parte inferior da garrafa, criando o dióxido de carbono  também necessário para a fotossíntese e os nutrientes que absorve através das suas raízes.

Era domingo de Páscoa de 1960, quando o Sr. Latimer pensou que seria divertido começar ‘por curiosidade’ um jardim garrafa.  “Na época, a indústria química tinha mudado a maneira de  transportar coisas para  garrafas de plástico por isso havia uma grande quantidade destes garrafões de vidro no mercado. “Os jardins de garrafa eram um pouco de loucura e eu queria ver o que acontecia.”

Fonte: http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2267504/The-sealed-bottle-garden-thriving-40-years-fresh-air-water.html

Comentário

Comentários